Quarta-feira, 19 de dezembro de 2018
Ano XXX - Edição 1538
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

As TICs na Educação

21/09/2012 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Marli Hatje*
A campanha da RBS "A educação precisa de respostas" chama atenção para várias questões no âmbito da educação, entre elas, a importância das tecnologias de informação e comunicação (TICs) na educação, apontada por vários entrevistados desde que iniciou a campanha, como um dos possíveis caminhos para contribuir com a qualidade da educação brasileira, no decorrer do processo ensino-aprendizagem. Esse ponto, em especial, chama atenção do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Comunicação e Mídia na Educação Física e no Esporte (NEP-COMEFE), do CEFD/UFSM, que há anos se dedica à questão das mídias na educação e na educação física, particularmente.

As mídias, ou TICs, são, de fato, importantes para melhorar a educação brasileira, ou melhor, elas são necessárias. O debate, quanto à importância, está superado e consolidado. Elas são fundamentais. As discussões em evidência, no momento, entre pesquisadores de diferentes áreas por todo país, estão centradas em como empregá-las no âmbito da educação formal, para além de ferramentas pedagógicas de apoio às aprendizagens. Não basta inserir as TICs na sala de aula para solucionar questões referentes à falta de qualidade na educação. A comunidade escolar precisa ter e, sobretudo, aceitar uma proposta educativa que envolva as mídias, associada ao contexto em que os estudantes estão inseridos (inclusive tecnológico). As mídias, por si só, não irão resolver os problemas da educação em qualquer nível de ensino, sem vontade coletiva e um projeto de educação voltado para e com as mídias.

Para que as TICs cumpram um papel social na educação, elas não podem ser encaradas apenas sob o aspecto instrumental e tecnicista, desprezando vínculos existentes entre mídia, educação e cultura. Assumir o conceito de mídia-educação (que entre outros aspectos envolve o compartilhamento de experiências e a participação ativa dos sujeitos) pode ser um caminho a ser seguido pelos educadores para contribuir com a educação brasileira.
 *Professora Universitária



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

07/12/2018   |
30/11/2018   |
23/11/2018   |
16/11/2018   |
09/11/2018   |
19/10/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS