Sexta-feira, 14 de dezembro de 2018
Ano XXX - Edição 1537
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A Coluna do J

19/10/2012 - Por J Moraes
Tweet Compartilhar
EM TRÊS DE MAIO mesmo com a vitória apertada, o prefeito Casali terá maioria na Câmara de Vereadores. Deverá ter mais facilidade na condução do município. Os projetos deverão ter uma tramitação mais rápida. Em qualquer instância da administração pública, a maioria no Legislativo é fundamental para a governabilidade e a tramitação de projetos. 

OUTRO FATO comemorado pelos pepistas é o partido ter dobrado sua representatividade no Legislativo. Abocanhou as duas novas cadeiras e ficará com quatro vereadores. Somando-se uma do PTB, Alexandre Classamnn, e uma do PPS, Lilico Mella formam a base que vai dar sustentação ao Executivo.

OS PARTIDOS DE OPOSIÇÃO continuarão com os mesmos cinco vereadores, se mantendo exatamente iguais. O PT com dois vereadores e o PMDB com três. Mudam apenas dois nomes: no PT sai Fernando Trage, entra Cesar Fontoura, e no PMDB sai Gilson Grando, entra Flávio Pagel.  Os demais continuam.

O PTB reelegeu Alexandre Classman e o PSD perde sua cadeira. O Barbeiro mesmo com boa votação, não conseguiu eleger a filha. Por seu lado, o PPS estreia no Legislativo com o campeão de votos Lilico Mella. PDT, DEM, PSDB e PSB não terão representatividade Legislativa. Terão acento no Legislativo três-maiense cinco partidos: PP - 4 representantes, PMDB - 3, PT - 2 , PTB - 1 e o PPS - 1.  

FENÔMENO raro ocorreu nas eleições em Horizontina. Mesmo elegendo o prefeito com larga margem de votos, o PT não conseguiu eleger nenhum vereador. Tinha dois. Do que se deduz, que boa parte dos votos que elegeram Nildo, não eram do PT. O partido perde uma espaço importante no Legislativo, que certamente fará falta para o prefeito. Além disso terá minoria na casa do povo. Vai ser uma parada dura e um teste de fogo para o novo prefeito.

O PP tido com o maior partido de Horizontina, perde duas vezes. Perde o Executivo e uma cadeira no Legislativo. Paga dobrado por não ter um candidato na majoritária. Mesmo tendo a experiência de Álvaro Calegaro e Chico Padoim, o partido diminuiu. O espaço perdido nessas eleições poderá levar muito tempo para ser recuperado.  
  
O PDT reelegeu seus dois vereadores sem renovação. PTB também não renovou e manteve os mesmos dois vereadores, Zuleika Fenner e Alessandro dos Santos.  PMDB ,PPS E PSB que não tinham terão cadeira na Câmara. Rafael Godoy, Antônio Lajus e Oldair Bianchi estreiam no Legislativo avalizados por uma grande votação. Representam a renovação, sempre salutar. Poderão dar um novo perfil ao Legislativo, tão criticado por atitudes contrárias aos interesses da população.      
           
UM BOM FIM DE SEMANA, com muita paz e tranquilidade.



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

23/12/2016   |
16/12/2016   |
12/12/2016   |
02/12/2016   |
25/11/2016   |
18/11/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS