Terça-feira, 21 de agosto de 2018
Ano XXX - Edição 1521
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Falta de gasolina já atinge alguns postos de Três de Maio

19/10/2012 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Pelo menos 30% dos postos do Estado ficaram sem gasolina nesta semana, conforme levantamento do Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do RS. Isso porque, de acordo com a Petrobrás, a distribuição de gasolina no Estado foi afetada pelas condições climáticas adversas que impediram a descarga de petróleo no terminal marítimo de Tramandaí. 
A redução na oferta da matéria-prima fez com que a Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), em Canoas, reduzisse a produção diária do combustível, não conseguindo atender às encomendas das distribuidoras.

Na quarta-feira, a melhoria das condições do tempo permitiu a retomada de operações no terminal da Petrobrás em Tramandaí. 
Segundo o coordenador do escritório da Agência Nacional do Petróleo (ANP) no Rio Grande do Sul, Edison Silva, um navio carregado de petróleo se conectou, em alto mar, à tubulação que transporta o produto até a costa. Outra embarcação, com gasolina, descarregou o produto em Tramandaí. 

O combustível foi importado para agilizar a chegada ao consumidor final, já que o petróleo bruto precisa ser processado na Refinaria de Petróleo Alberto Pasqualini (Refap), em Canoas, responsável por mais de 80% da produção de combustíveis no Rio Grande do Sul. Silva declarou que até segunda ou terça-feira da próxima semana a situação vai estar completamente normalizada.

A maior falta ocorreu da gasolina comum. Sem ela, o consumidor gastou mais para abastecer, já que o combustível aditivado, com o litro cerca de R$ 0,10 mais caro, acabou sendo opção para alguns motoristas.

Em levantamento realizado pelo Semanal nos postos de combustíveis de Três de Maio, foi constatada a falta de gasolina comum e aditivada em pelo menos três estabelecimentos. 

Conforme Roberto Hermes, no posto que gerencia, já faltaram os dois produtos, mas houve reposição da gasolina comum. No caso da gasolina aditivada, até ontem não havia previsão de quando o estoque seria reposto. "Já a gasolina comum tem estoque suficiente somente até  hoje a tarde, caso novo fornecimento não ocorra", disse Roberto.

Já em outro posto de combustível, a sócia-proprietária Lilian Schons diz que o atendimento aos clientes não foi prejudicado. "Mas, se faltar nos demais postos, vai haver maior demanda e corremos o risco de ter falta. Porém, até o momento a distribuidora continua atendendo normalmente".
Em todos os postos consultados não foi registrada a falta de álcool, diesel e querosene.


Foto: Ederson Rambo



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

03/08/2018   |
03/08/2018   |
03/08/2018   |
03/08/2018   |
27/07/2018   |
27/07/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS