Quarta-feira, 20 de junho de 2018
Ano XXX - Edição 1512
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A íntima relação entre intestino, comportamento e cérebro

19/01/2018 - Por Sandra Marasca Martini
Tweet Compartilhar
Você sabia que o intestino determina, em grande parte, nossas emoções, estado mental e até preferências alimentares e que da saúde do intestino depende a saúde do cérebro?
O intestino fabrica muito mais serotonina que o cérebro, 95% da serotonina é fabricada e armazenada no intestino. Serotonina é um neurotransmissor que possui papel vital na transmissão e processamento das informações e estímulos sensoriais através dos neurônios.
O equilíbrio da serotonina determina, em última análise, o "fundo musical" dos nossos pensamentos. Dependendo do "fundo musical", uma mesma cena (pensamento) pode ser interpretada como alegre, triste, pavorosa, engraçada, neutra, relaxante ou aterrorizante.
Além da serotonina, o intestino fabrica e utiliza mais de 30 neurotransmissores responsáveis pela transmissão e processamento das informações pelos neurônios, tanto do intestino quanto do cérebro. Todos esses neurônios e neurotransmissores são necessários para a complexa função que é a passagem dos alimentos pelo intestino. Ao mesmo tempo, esses mesmos neurônios e neurotransmissores, em conjunto com os do cérebro, fazem parte da rede neural responsável pela conexão entre o bem-estar emocional e o bem-estar físico. E também, é claro, o mal-estar.
A quase totalidade de quem sofre de doenças crônicas envolvendo o cérebro, como por exemplo, depressão, pânico, ansiedade, enxaqueca, autismo, esquizofrenia etc, sofre também de problemas no sistema digestivo em maior ou menor grau.
Além disso, uma pessoa que não come bem e vive à base de alimentos industrializados e pobres em nutrientes, tem a integridade do intestino e absorção de nutrientes necessários para o bom funcionamento do cérebro prejudicadas. Com o tempo, isso causa prejuízo das funções mentais mais sofisticadas, como memória, atenção, concentração e humor. Isso, por sua vez, leva a um aumento do stress que resulta num prejuízo ainda maior da função de absorção de nutrientes pelo intestino, criando um ciclo vicioso que inevitavelmente resulta em doenças e piora do estado mental e comportamental.
Você tem alimentação rica em fibras? Na Mais Natural você encontra diversos alimentos ricos em fibras, que melhorarão a funcionalidade do seu intestino, e consequentemente a saúde do seu cérebro. O principal deles é o Psyllium, a maior fonte de fibras da natureza, que, além de auxiliar na regulação do intestino, também emagrece!



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

15/06/2018   |
08/06/2018   |
01/06/2018   |
25/05/2018   |
18/05/2018   |
11/05/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS