Sábado, 20 de outubro de 2018
Ano XXX - Edição 1529
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para consumo

26/01/2018 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO -  A MENTIRA TEM PERNAS CURTAS - Fomos ensinados a não mentir, quando crianças.   E a figura usada contra a mentira foi a do Pinóquio. Quem mentisse teria nariz de Pinóquio, o que na prática, contudo, não é verdade, porque se fosse verdade, haveria narizes compridos sem conta. No entanto, foi louvável o esforço para ensinar a prática da verdade. Como veem, este ensinamento, não pegou ou pegou mal em muitos, muitíssimos cidadãos. O que não falta neste Brasil de tantas contradições é a mentira, a mentira deslavada, sobretudo, entre os políticos, que não sabem de nada, não viram nada, não botaram a mão em nada. Está cheio, cheínho de Pinóquios este nosso País, neste começo de Século XXI. Vamos ter que inventar nova didática, para ensinar a falar a verdade. Talvez, falando em castigo, em condenação, em cadeia que seja para quem costuma faltar à verdade. Há que ver se as mamães modernas concordam em adotar esta nova, mas drástica metodologia. É difícil acreditar em qualquer circunstância no ditado: a mentira tem pernas curtas.

A DISPARIDADE - Os 5 brasileiros mais ricos têm um patrimônio igual à metade dos brasileiros mais pobres. 

DÉCADA  PRÓDIGA - O comentarista diria com todas as letras que a década de 1960 foi pródiga em realizações em Três de Maio: 1 - O Ginásio Pio XII virou Escola Estadual Cardeal Pacelli; 2 - Construção da Praça da Matriz com recursos da comunidade; 3 - Inauguração do Palácio Municipal; 4 - Foi criada a Cotrimaio; 5 - Foi criada a Certhil; 6 - Veio a Corsan e a água encanada; 7 - Agência da Caixa Econômica Federal foi instalada; 8 - E foi anunciado no finzinho da década de 1960 o Curso Superior de Administração, extensão da UFSM.  Que década, diriam os otimistas. Aliás, pesquisando tem mais. 

FRASES SOLTAS: OS VELHOS NÃO ESTÃO SENDO ADMIRADOS PORQUE IGNORADOS. QUEM NÃO RECONHECE O PASSADO É PORQUE NÃO QUER O FUTURO. PRESENTE SEM CRIATIVIDADE NÃO TEM AMANHÃ. 

AUMENTOS GENEROSOS - Três de Maio diverge da maioria dos municípios gaúchos, que estão dando aumentos escassos aos servidores, quando estão dando. No ano passado, os aumentos foram em torno de 7%, a inflação e mais um plus. No exercício de 2018, os servidores vão receber os 2,95% da inflação e mais um plus de 2,97%, totalizando 5%. Bem estranho o aumento generoso para os ocupantes de cargos de confiança, que será de 6,81%. Por que será? Quem teve aumento pífio mais uma vez foram os secretários municipais, ou seja, 2,97%. Os secretários municipais de Três de Maio têm historicamente uma das menores remunerações da região.  Um secretário recebe algo como um vereador, ou até menos, apesar dos sérios compromissos no desempenho das funções. Estas boas remunerações são sinal de que a arrecadação será generosa no presente exercício. Nada contra boas remunerações. Muito pelo contrário. 

ROMBO - Foi monstruoso o rombo da Previdência em 2017. Atingiu R$ 268,8 bilhões. O maior déficit da história. E a tendência é de que este rombo aumente, se nada for feito, em 2018, porque os valores pagos aos aposentados serão corrigidos pela inflação. Infelizmente, há os que são contra a reforma da Previdência, alegando demagogicamente que os trabalhadores serão prejudicados. Se nada for feito, virá o caos. Será tipo o que aconteceu com a Previdência do Estado, onde os funcionários aposentados recebem o pagamento de forma atrasada e parcelada.




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

11/10/2018   |
05/10/2018   |
28/09/2018   |
21/09/2018   |
14/09/2018   |
06/09/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS