Segunda-feira, 15 de outubro de 2018
Ano XXX - Edição 1529
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para consumo

20/04/2018 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - COERÊNCIA - Mudar de nome ou de sobrenome era antigo costume, quando as mulheres casavam. Há algum tempo para cá, este hábito caiu. São as mudanças ao longo dos anos. Isso, no entanto, nada tem a ver com coerência ou incoerência. É mera mudança de critérios. Incoerentes são aqueles que adotam um rabicho político, para dar força a quem já está no ostracismo. Existe também o apelido, outrossim, conhecido como alcunha. Há muitos casos em que o apelido pega mais do que o próprio nome. As pessoas gostam de apelidar os outros, mas não gostam de que se lhes aplique apelido. Muitos apelidos, contudo, são artísticos e servem para promoção pessoal. Talvez, seja este o motivo por que deputados e senadores petistas adotaram usar no seu nome de guerra o dissílabo Lula. Muitos consideraram isso ridículo. 

"ENFORCAMOS OS LADRÕEZINHOS E INDICAMOS OS GRANDES LADRÕES PARA CARGOS PÚBLICOS". A sentença é do escritor grego Esopo do século VI a.C. E mais de 2.500 anos depois, a sentença continua verdadeira. 

É FORTE A RECLAMAÇÃO - Quando vem o pagamento de tributos, as reclamações dos cidadãos se levantam. É muito dinheiro para nada. Muitos alegam que pagam alto IPTU e nem um minúsculo vidrinho de Figatil recebem de retorno, muito menos um Biotônico Fontoura. 

POUCA VERGONHA -  Há pessoas que se prestam para as coisas mais abjetas. O colunista se refere ao aparecimento na caixa dos Correios de um bilhete mal escrito e mal desenhado em meia folha de papel. No bilhete mal escrito e mal desenhado, endereçado ao colunista, o porcalhão assim se manifestou:"TE RESPEITO ASSIM (acompanha um desenho mal feito) SEU VIADO". O que dizer de um infeliz desses que não sabe que VIADO não existe. Com certeza, o bilhete errou o endereço, porque este colunista não figura entre os VEADOS, nem entre os que faltam ao respeito. É bom respeitar, para ser respeitado. 

IRRITAÇÃO - Está causando irritação o descaso da administração municipal com a Área Industrial II. Já se passaram praticamente 16 meses e nenhuma atitude, para acelerar a ocupação dos 43 lotes por interessados está acontecendo. É um patrimônio desaproveitado. Enquanto isso o desemprego por aqui continua grassando. 

MOVIMENTO PRÓ-AEROPORTO CONTINUA - O movimento em busca da implantação de um aeroporto regional em Santa Rosa, iniciado na administração passada da AMGSR, poderá concretizar-se. A informação é do ex-presidente da AMGSR, Olívio José Casali. 




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

11/10/2018   |
05/10/2018   |
28/09/2018   |
21/09/2018   |
14/09/2018   |
06/09/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS