Segunda-feira, 20 de agosto de 2018
Ano XXX - Edição 1521
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Ansiedade

20/07/2018 - Por Yara Lampert
Tweet Compartilhar
A ansiedade humana, sempre esteve  fisiologicamente presente em toda história da civilização e sempre carregou consigo o sentimento do medo; sua sombra inseparável. Esopo, um dos sábios da Grécia antiga, em uma de suas citações já dizia: "Um pedaço de pão comido em paz é melhor do que um banquete comido com ansiedade." 
E, neste mundo de correrias e de muita ansiedade, trago um pouco mais sobre o este tema. Confira:

O que é?
Ansiedade é uma reação ao perigo percebido, é um estado emocional. Ansiedade é um "aviso", um alerta que nosso corpo emite, de que algo não está bem, que há algum perigo percebido, real ou não, interno ou externo.
Quais as principais causas?
Qualquer coisa que seja interpretada como prejudicial. E veja bem, este é um ponto interessante, as coisas não são interpretadas da mesma forma por todas as pessoas. Uma pessoa pode ficar extremamente ansiosa no dia anterior a uma prova, talvez a ponto de passar mal, ter insônia, sentir náuseas, e tudo mais. E outra pessoa pode lidar de forma mais tranquila. Claro que existem os estímulos ansiogênicos que podem afetar uma parcela muito grande das pessoas como por exemplo: falar em público, se reportar a alguém hierarquicamente superior, enfim, a ansiedade está diretamente ligada ao estresse. Tudo o que pode ser visto como possibilidade de prejuízo, morte, fracasso, vergonha, etc., pode ser causador de ansiedade.

O que é ansiedade patológica?
A ansiedade é patológica quando deixa de ser útil e passa a causar sofrimento excessivo ou prejuízo no desempenho da pessoa. Porém, a ansiedade experimentada na entrevista para emprego comumente se refere a um estado emocional normal, já esperado, um tipo de emoção capaz de melhorar o estado de alerta, que faz a pessoa se adaptar à essa exigência da vida. É assim para a maioria das pessoas. A ansiedade produzida pela preocupação de que alguma coisa possa dar errada é útil dentro da circunstância apropriada.Trata-se da mesma ansiedade que os pilotos experimentam antes da decolagem ou dos atletas antes da competição e assim por diante.

Sintomas físicos
Sudorese, sensação de desmaio, tremores, medo de perder o controle, falta de ar, formigamentos, desconforto no peito, calafrios, desconforto na barriga, ondas de calor, náuseas, vermelhidão na face, tontura, mãos frias.

Além dos medicamentos convencionais, quais alternativas naturais podem ajudar a controlar a ansiedade?
- Pratique atividades físicas: Praticar atividades físicas ajuda a lidar com estados de ansiedade porque eleva a produção de serotonina, substância que aumenta a sensação de prazer. Essa alternativa costuma funcionar dependendo da disposição da pessoa, uma vez que nem todo mundo gosta de praticar exercícios.
- Reduza seu estresse diário: Para as que ficam estressadas com mais facilidade recomenda-se sessões de acupuntura regulares, ioga, além de meditação. Muitos pacientes com ansiedade se beneficiam também de tratamentos alternativos como a homeopatia e o uso de florais de Bach.
- Experimente controlar a respiração: Isto pode ser feito compassando a respiração e inspirando lentamente pelo nariz, com a boca fechada. Ao inspirar deixar o abdômen expandir-se, ou seja, estufar a barriga e não o peito. Depois, expirar lentamente, expelindo o ar pela boca. Isto pode ser feito em qualquer lugar, a qualquer hora. 
- Evite pensamentos negativos: Deve-se tentar dimensionar a gravidade da situação, questionando a si mesmo se existe uma forma alternativa de análise, se estamos superestimando o grau de responsabilidade que temos nos fatos ou se estamos subestimando o grau de controle que podemos ter. Uma vez avaliada a situação, devemos substituir os pensamentos sobre o evento temido, principalmente os negativos. Sempre que um pensamento negativo se iniciar, devesse substituí-lo por outro pensamento qualquer, preferencialmente, agradável.
- Invista em alimentos com triptofano: Para controlar a ansiedade, podemos ingerir alimentos que sejam fonte de triptofano, um aminoácido precursor da serotonina, como a banana e o chocolate. Outra possibilidade é ingerir o triptofano em cápsulas, junto com vitamina B6 e magnésio.
- Tome um chá: A maioria dos chás possui substâncias que funcionam como sedativos suaves e podem ajudar no controle da ansiedade diária. As plantas mais conhecidas e estudadas com essa ação são a passiflora, a melissa e camomila.
- Mantenha foco de atenção no presente: Quando sua mente está dedicada integralmente ao momento atual você tem total capacidade de análise, julgamento e ação, portanto esta é uma boa forma de controlar a ansiedade. 
- Seja mais organizado: Quem vive na bagunça gasta tempo para achar o que precisa, acumula coisas sem utilidade, dificultando o bem-estar e acaba por criar sentimentos de ansiedade. Além disso, pessoas com uma organização maior, conseguem aproveita melhor o tempo, o que reduz muitos fatores causadores de ansiedade.
- Esteja com quem você ama: Conviver com pessoas queridas da família e amigos faz toda diferença na qualidade de vida. A companhia de quem amamos é especial para nosso emocional. Quem está bem vive mais relaxado e menos ansioso.
- Dedique tempo para se cuidar: Reservar algum tempo do dia para você pode contribuir diretamente para o controle da ansiedade. Seja capaz de dedicar um pouco de tempo e energia a você mesmo.
- Cuide dos pensamentos para sorrir mais: Atenção ao que você pensa, pois isso terá impacto direto no seu humor. Avalie suas ideias.. Seja capaz de se planejar, programar e ser forte, sem precisar montar um cenário terrível em sua mente. O sorriso faz bem para a cura emocional, relaxa e diminui a ansiedade.
- Confie mais em si mesmo: Seja fiel e confie mais em você. Isso lhe dará forças para lidar com a ansiedade do dia a dia.
- Desenvolva congruência: Quem pensa de um jeito, age de outro e diz ainda outra coisa terá, com toda certeza, ansiedade. Buscar equilíbrio entre o que se quer e o que faz, pode contribuir para a harmonia do seu dia. 
- Fortaleça o autoconhecimento: Quem se conhece bem, sabe respeitar seus limites, consegue dizer não e é capaz de se proteger. Quem tem total aceitação de si mesmo pode pensar, dizer e agir sem culpa com total alinhamento das suas necessidades.
- Cuide bem do seu momento antes de dormir: Evite ações que levam a agitação, preocupação e desgaste. Procure conversar assuntos mais sérios fora do horário de ir para cama. 
Fontes: psiqweb.net/index.php/ansiedade-2
marisapsicologa.com.br/ansiedade
minhavida.com.br/bem-estar/dicas-para-controlar-a-ansiedade





Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

17/08/2018   |
10/08/2018   |
03/08/2018   |
27/07/2018   |
13/07/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS