Segunda-feira, 20 de agosto de 2018
Ano XXX - Edição 1521
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para consumo

10/08/2018 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - PEJO - Há falta de pejo, parece. Pejo é vergonha. Sim, parece que falta pejo, falta vergonha em nossos tempos. Temos aí tantas situações que evidenciam que realmente há falta de vergonha. Ou senão vejamos: o que dizer de um tal de Doutor Bumbum? Não poucas mulheres buscam melhorar a estética, utilizando meios diversos, visando melhorar a aparência. Nada contra a estética feminina, mas tudo contra os meios absurdos usados pelos insanos aproveitadores. A estética feminina tem causado estranheza e tem sido usadas fórmulas nunca vistas para tornar a mulher mais vistosa e quem sabe mais atrativa. Inclusive, a custos altos. Evidentemente, muitos homens gostam e aplaudem e, quem sabe, querem mais.         
    
AVISO - "Ou o poder público se mobiliza com os recursos de que dispõe, convocando a sociedade para deter o avanço  do crime organizado, ou os gaúchos terão em breve o seu dia a dia totalmente dominado pelas facções." Que triste a nossa situação que estamos vivendo neste Estado, outrora pacífico e economicamente equilibrado. Para onde estamos caminhando? 

"Há inelegibilidade chapada em eventual candidatura de Lula". A frase é do ministro do Superior Tribunal Eleitoral, Luiz Fux. E a candidatura de Lula foi confirmada pelo PT, tendo como  vice Fernando Haddad. E a gaúcha Manuela D'Avila fica na berlinda como eventual candidata a vice de Haddad, se Lula não emplacar. 

MENOS FOGUETES E MAIS PÃO PARA AS CRIANÇAS POBRES. 

ACROBACIA  -  VAI SER UMA VERDADEIRA ACROBACIA ESCOLHER O NOME CERTO PARA GOVERNAR O ESTADO E ADMINISTRAR O PAÍS, NAS ELEIÇÕES DE 7 DE OUTUBRO, COM TANTOS CANDIDATOS E PARTIDOS. 

O QUE PODEMOS ESPERAR DE NOSSOS CANDIDATOS? 
Nada, nadica de nada se ouve de  novos projetos para Três de Maio. Cadê a criatividade? Nada cai do céu.

FRAUDES, ROUBOS E DESVIOS - Graças aos desvios de recursos dos cofres públicos, vivemos a pior crise financeira de todos os tempos. Vejam, por exemplo, a fraude de R$ 13 milhões em benefícios em concessões falsas  do INSS relativos a auxílio-doença e  à invalidez. 

INDÚSTRIAS GAÚCHAS SE RECUPERAM - Depois da profunda recessão pela qual passou a nossa economia, no período de 2014-2017,  com queda da nossa produção industrial, agora existem perspectivas positivas. A Marcopolo de Caxias do Sul teve um primeiro semestre animador, com receita 43,3% maior do que no mesmo período de 2017. Com esse resultado animador, as perspectivas do desemprego perdem força. 

CRIATIVIDADE - Estamos vivendo uma época atípica em que a CRIATIVIDADE das pessoas é de suma importância, o que ameniza a difícil situação do desemprego. As perspectivas na próxima década são de que mais pessoas trabalharão como freelancers do que em qualquer outra categoria de emprego. Assim sendo, desde já deve estar voltada a educação para esta nova realidade. 




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

03/08/2018   |
27/07/2018   |
20/07/2018   |
13/07/2018   |
06/07/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS