Quarta-feira, 14 de novembro de 2018
Ano XXX - Edição 1533
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para consumo

06/09/2018 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - DONDE VIRÁ A PAZ? - Para onde voltamos os olhos, só vemos problemas, como invasões, roubos e mortes estúpidas. Os venezuelanos estão fugindo de sua pátria, do seu país, porque lá é impossível viver por causa de governantes incompetentes e truculentos se valendo de ideologias incompatíveis com a vida humana tranquila. As pessoas morrem por falta de comida, por causa de doenças e por falta de segurança. Feliz ou infelizmente os desprezados em uma pátria podem buscar outra pátria. É proibido fechar as fronteiras, mas há países que não toleram as invasões e promovem pancadarias e até hostilizam os cidadãos invasores.  Pode o Brasil receber venezuelanos, africanos, nicaraguenses, entre outros, pacificamente, por que é um país considerado acolhedor de forasteiros?  E os cidadãos brasileiros que não têm emprego, casa, educação e saúde?  Desse jeito é difícil haver paz.    

NÃO SE DEIXE CONTROLAR PELO CELULAR. 
VERGONHA - Governo concordou em dar aumento aos ministros do Supremo, passando dos atuais R$ 33.700 para R$ 39.200 em troca da extinção do auxílio moradia. Também foram  reajustados os salários dos funcionários públicos federais.  Com o efeito cascata o rombo será de bilhões. Claro que todos os beneficiados aplaudiram.  Mas e como ficam os milhares de brasileiros desempregados e mal empregados, os professores e os trabalhadores que ganham merrecas? Por que privilegiar o Judiciário e o funcionalismo federal  e não os demais profissionais e trabalhadores? Uma vergonha federal! O governo, sentindo o  desacordo do povo, recuou em algumas propostas.   

SETOR  RURAL  ARMADO - Vários candidatos à presidência entrevistados na Expointer concordaram que o setor rural tenha armamento, para proteger-se contra roubos.  Estava mais do que na hora. Aliás, todos os cidadãos deveriam ter posse de arma, ao menos, para fazer medo aos larápios. Mas em torno do assunto existe muita hipocrisia. 

INADIMPLENTES - Cerca de 36% dos brasileiros, atualmente, são inadimplentes mais de um terço da população. Muitos não sabem mexer com dinheiro. Gastam mais do que ganham. 

TRÊS DE MAIO É INDISCUTIVELMENTE O BERÇO DA SOJA. Não é mesmo Bernardo Jost? Vamos, lá adiante, esclarecer melhor o caso. As primeiras sementes de soja foram plantadas em solo tresmaiense, pelo pai de Bernardo Jost,  depois distribuídas para outras regiões. 

AGRONEGÓCIO EM ALTA - Os resultados da 41ª. EXPOINTER, encerrada, no último domingo, em Esteio, mostrou mais uma vez que o setor de agronegócios no Estado está em alta. Aquela exposição-feira, uma das maiores do País, cresceu 13% em relação à do ano passado, num ano em que o PIB não deve crescer mais do que 2%, sobretudo, nas vendas de máquina agrícolas e equipamentos,  tendo os negócios atingido mais do que R$ 2,3 bilhões. Sinal de que o setor primário gaúcho acredita na produção de grãos e de gado como forma de desenvolvimento econômico do Estado. 




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

01/11/2018   |
26/10/2018   |
19/10/2018   |
11/10/2018   |
05/10/2018   |
28/09/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS