Quarta-feira, 11 de dezembro de 2019
Ano XXXI - Edição 1586
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

De volta à rotina escolar

22/02/2019 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Só as redes municipal e estadual de Três de Maio totalizam mais de 4,2 mil alunos
A rede pública de Três de Maio, bem como parte do ensino superior e da educação básica privados, iniciou o ano letivo nesta semana.
Nos ensinos fundamental, médio e superior da Setrem, as aulas começaram na segunda, 18, enquanto na rede estadual elas tiveram início na quarta, 20, e na rede municipal nessa quinta, 21.
Já no Instituto Dinâmico/Unopar, que reúne em torno de 850 estudantes, as aulas haviam sido iniciadas no dia 11.
No dia 13, começaram as atividades da educação infantil da Setrem, e no Colégio Dom Hermeto no dia 14, para todos os níveis de ensino - na instituição, são aproximadamente 350 alunos.
Por sua vez, as aulas dos cursos técnicos da Setrem serão iniciadas nesta segunda, 25. A Setrem opta por não divulgar o número total de estudantes que reúne.

Expectativa pela retomada das aulas
De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte (Smece), 2.058 estudantes iniciam o ano letivo na rede municipal de Três de Maio, enquanto 2018 fechou com 1.945. O crescimento é de 5,8%.
Weslei Lissarassa, 13 anos, e Júlia da Silva Preuss, 12, são dois dos alunos da rede municipal, sendo ambos estudantes do 7º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Germano Dockhorn.
Presentes à recepção da Germano aos seus alunos nessa quinta, eles contaram ao Semanal que estudam na instituição desde a pré-escola e que alimentavam uma expectativa pela volta das aulas.
"Estava ansiosa para me encontrar com as amigas e para aprender mais", declarou Júlia, acrescentando que suas disciplinas preferidas são ciências e português.
A possibilidade de reencontro com seus amigos também foi citada por Weslei, que disse que, nas aulas, gosta mais de português, espanhol e geografia, por, na visão dele, ter maior facilidade com essas disciplinas.
A diretora da escola, Marjane dos Santos, conta que durante as férias foi realizada principalmente a pintura do pátio, do ginásio, do espaço dos brinquedos, do piso e das salas de aula. Também estão sendo separados a secretaria da escola e o setor de xerox, que hoje ficam no mesmo espaço. A instituição reúne em torno de 640 alunos.

Júlia Preuss (na frente, segurando o celular), aluna da Germano Dockhorn, disse estar ansiosa para reencontrar as amigas e estudar

Weslei Lissarassa (2º da direita para a esquerda), também estudante da Germano Dockhorn, tem português, espanhol e geografia como suas disciplinas preferidas

Escolas estaduais da área urbana receberam melhorias, porém ainda necessitam de recursos para reforma da rede elétrica, de água e  manutenção de climatizadores
Recursos foram do governo estadual e CPMs
Na rede estadual, de acordo com a 17ª Coordenadoria Regional de Educação (17ª CRE), com sede em Santa Rosa, o total é de 2.185 estudantes - 1.705 na educação básica e 480 no Neejacp Paulo Freire (Núcleo Estadual de Educação de Jovens e Adultos e de Cultura Popular).
Ouvidos pelo Semanal, os diretores das três maiores escolas da rede no município (Cardeal Pacelli, com 810 alunos, Castelo Branco, com 521, e o Ciep, com 210) disseram que, em linhas gerais, as estruturas das instituições estão em condições satisfatórias, sem oferecer riscos a estudantes e professores.
Foram realizadas melhorias nas três instituições durante o período de férias, mesclando-se recursos do governo estadual e dos Círculos de Pais e Mestres (CPMs).
Quanto a demandas que mais se destacam nas escolas no momento, a diretora do Pacelli, Mara Scheffler Benedix, menciona a manutenção dos aparelhos de ar-condicionado e a necessidade da aquisição de outros aparelhos, bem como a instalação de um elevador, visando à acessibilidade, uma vez que no primeiro piso há poucas salas de aula.
Em relação ao Ciep, o diretor Osmar Sipmann diz ser necessário resolver um problema na rede hidráulica, uma vez que foi detectado haver um vazamento de água. Com isso, tem sido registrado um consumo anormal de água.
Já na Castelo Branco, a vice-diretora Mariza Dias destaca a necessidade de uma reforma na rede elétrica (segundo ela, já prometida pelo governo do Estado, o qual já realizou levantamentos no local), uma vez que a escola tem dois andares e, nas condições atuais, a rede só comporta que sejam ligados os aparelhos de ar-condicionado em um andar. "A gente usa o ar-condicionado um dia num piso e outro dia no outro, vai alternando", lamenta ela.
Escola Cardeal Pacelli, concentra o maior número de alunos -  810, da rede pública de Três de Maio

NÚMERO DE ESTUDANTES MATRICULADOS EM EDUCANDÁRIOS DE TRÊS DE MAIO 
MUNICIPAL
2.058 estudantes

APAE   
213 alunos/usuários 

ESTADUAL
2.185 estudantes
(1.705 na educação básica 480 no Neeja)

PARTICULAR
Colégio Dom Hermeto: 350 estudantes
Instituto Dinâmico/Unopar: 850 estudantes
Setrem: não informado




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

22/11/2019   |
14/11/2019   |
08/11/2019   |
18/10/2019   |
18/10/2019   |
04/10/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS