Segunda-feira, 18 de novembro de 2019
Ano XXXI - Edição 1584
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Cooperdomhermeto completa cinco anos de atividades

01/11/2019 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Fundação ocorreu em 4 de novembro. Atualmente, são 354 alunos, um crescimento de em torno 40% desde que, em 2014, o colégio das irmãs Filhas do Sagrado Coração de Jesus foi transformado em cooperativa de educação

Uma escola tradicional que correu o risco de fechar e foi transformada numa cooperativa escolar, com uma proposta pedagógica diferenciada, onde se trabalha não apenas os resultados do aluno, mas a formação integral dele, introduzindo além dos valores morais e sociais, os valores do cooperativismo. 
Em 4 de novembro de 2014 foi fundada a Cooperativa de Trabalho Educacional Dom Hermeto Ltda, mais conhecida como Cooperdomhermeto, encerrando uma história construída pelas irmãs Filhas do Sagrado Coração de Jesus e iniciando uma nova etapa, consolidando o modelo cooperativo na gestão escolar.  
Colégio Dom Hermeto tem 89 anos de história, mas há cinco anos vive uma nova era. O diretor do Colégio Dom Hermeto é o professor Gildor Scherer e a presidente da Cooperdomhermeto é a professora Tatiana Weber.
Gildor conta que, na época, a melhor alternativa encontrada foi a criação da cooperativa. "Éramos um grupo de 37 professores e funcionários. Partimos do amadorismo, do amor pela escola, porque era a única solução para não fechar o colégio", recorda.
Nessa trajetória, o diretor revela que a parceria entre cooperativa e Ocergs (Organização das Cooperativas do Estado do Rio Grande do Sul) fez com que a instituição saísse do "amadorismo" para a profissionalização da gestão escolar da Cooperdomhermeto. "No primeiro ano foi a fase experimental, era muita vontade, mas pouco conhecimento de gestão. Começamos a participar muito de seminários, congressos e formações cooperativistas junto à Ocergs. Podemos dizer que de três anos para cá realmente profissionalizamos toda a gestão, trabalhamos muito em cima de planilhas (de custos e de investimentos), e devido a isso estamos crescendo organizadamente dia a dia", comemora.

Em meados de 2014, a escola estava prestes a fechar as portas, depois de mais de 80 anos de atividades. Foi então que um grupo de pessoas uniu esforços e formou a cooperativa de educação

Leia a matéria completa na edição impressa.



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

14/11/2019   |
08/11/2019   |
08/11/2019   |
08/11/2019   |
01/11/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS