Domingo, 25 de junho de 2017
Ano XXIX - Edição 1462
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Polícia perfeita!

10/05/2013 - Por Marcos Salomão
Tweet Compartilhar
A Polícia do Rio de Janeiro perseguiu e matou o traficante Márcio José Sabino Pereira, conhecido como Matemático, que possuía uma ficha criminal extensa com 26 inquéritos policiais por tráfico de drogas e alguns homicídios. Ele estava foragido do sistema penitenciário desde que saiu para trabalhar em uma funerária, pois estava no regime semiaberto, e nunca mais voltou. Era o comandante do tráfico em quatro favelas da zona oeste do Rio de Janeiro, uma das áreas mais populosas da cidade maravilhosa. Antes de ser o comandante do tráfico naquela região, Matemático era assessor do traficante Robinho Pinga, morto em 2007. Matemático "herdou" de Robinho o controle dos pontos de venda de droga daquela região.

Bom... para quem assistiu as imagens da perseguição, reproduzidas em programas de televisão e na internet, viu que o helicóptero da polícia atirou contra o carro do traficante, depois que os bandidos atiraram contra o helicóptero. A perseguição durou dois minutos e ocorreu por nove quarteirões. Nenhuma pessoa, além dos bandidos foi ferida. Ninguém! Nenhum inocente foi atingido pela chuva de balas que o helicóptero da polícia despejou na caçada aos bandidos. Só morreu que pertencia ao crime organizado e já assolava a sociedade como um câncer que dominava parte de uma das maiores cidades do Brasil, possuindo facções com o "Terceiro Comando".

Bom... daí, o que se imaginava é que os policiais seriam no mínimo elogiados, para não dizer condecorados, o que ocorre : surgem os defensores dos Direitos Humanos e peritos em segurança pública dizendo que a ação da polícia foi um abuso. Que colocou em risco a vida de pessoas. Que a operação foi amadora e que os tiros foram arriscados, sem qualidade e sem compromisso. Que os policiais não conseguiam enxergar direito porque tudo ocorreu à noite. Que o helicóptero voou muito baixo em manobras arriscadas.  Etc, etc, etc...

Ora, eu fico impressionado com tudo isso. O país está refém do crime organizado e com pouca estrutura para combatê-lo, e quando consegue um resultado positivo os policiais são criticados! Mas que mundo vivemos, onde o bandido tem mais direitos que a polícia e que o cidadão.  Quantos crimes cometidos por esta quadrilha que distribuía droga e matava gente de forma covarde e agora vamos falar em Direitos Humanos?

Direitos Humanos são para humanos direitos! Nossos filhos estão nas ruas tentando sobreviver a esta selva de pedra onde estamos todos gradeados para nos proteger, enquanto "eles" andam soltos por aí cometendo crimes. Matando por um par de tênis. A droga corrói a sociedade e a cada sinaleira que tem um pedinte de esmola não sabemos se ele está realmente pedindo dinheiro para matar sua fome ou está com a cabeça cheia de crack e armado pronto para lhe atacar.

Criticar a polícia por esta ação, somente em um país de terceiro mundo como o nosso, onde se arrecada bilhões e não se tem dinheiro para nada. Nada não... temos para a Copa do Mundo! Ahh que maravilha...

Parabéns à polícia pelo trabalho! A sociedade agradece!




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

17/04/2015   |
13/04/2015   |
13/04/2015   |
27/03/2015   |
20/03/2015   |
13/03/2015   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS