Terça-feira, 12 de dezembro de 2017
Ano XXIX - Edição 1487
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Polícia Civil deflagra Operação Rescaldo em Alegria

14/06/2013 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Município vinha sendo alvo de constantes registros criminais decorrentes da eleição

Os constantes fatos criminais que deram origem a muitos inquéritos envolvendo a comunidade do município de Alegria, fizeram com que a Polícia Civil deflagrasse na manhã de ontem, 13, a "Operação Rescaldo" que resultou na apreensão de armas e objetos furtados.

Cerca de 80 policiais civis e militares, coordenados pelo titular da Delegacia Regional da Polícia Civil de Santa Rosa, delegado Márcio Steffens, cumpriram diversos mandados de busca e apreensão em todo o município de Alegria, motivados por registros que envolvem disparos de arma de fogo, porte ilegal de arma, tentativa de homicídio, entre outros. "Nós cumprimos 20 mandados de busca e apreensão no município de Alegria, principalmente na área central", relatou Steffens, detalhando que a Operação foi motivada por muitos inquéritos em andamento e muitas ocorrências fizeram com que a gente provocasse essa ação.

Como resultado prático, a Operação Rescaldo apresentou a apreensão de armas e objetos furtados. "A operação foi realizada visando à apreensão de armas, o que efetivamente aconteceu, apreendemos três armas de fogo, uma delas com a identificação raspada, mais munição e alguns outros objetos, como peças de automóveis e jóias furtadas", resumiu o Delegado. Ainda objetos e instalações para rinhas de galos foram apreendidas.

A Origem

Segundo informado à imprensa regional, a Operação Rescaldo teve origem no processo eleitoral em Alegria, em outubro de 2012. "Realizamos esta ação no sentido de aparecer lá no município, para demonstrar à população que nós estamos sabendo o que está acontecendo e estamos agindo e deveremos continuar fazendo sempre que for necessário se os fatos continuarem se repetindo", ressaltou Steffens.

O delegado confirmou que a operação foi motivada em decorrência do período eleitoral. "Na verdade muita coisa aconteceu durante aquele período e mesmo depois de passado, durante este ano (2013), se repetiram eventos que têm uma ou outra vinculação com a questão eleitoral", confirma Márcio Steffens, dizendo que essa parece ser uma característica do município de Alegria, todo esse clima que se repete a cada eleição e mesmo depois da eleição, e nós não vamos compactuar com isso e sempre que for necessário vamos agir.

Conforme o delegado, agora o material resultante da operação será remetido ao poder judiciário.


Vândalos estão assustando comunidade de Alegria

Patrola foi sabotada dentro do pátio da prefeitura durante o final de semana

Um crime contra o patrimônio público no município de Alegria causou inquietude aos administradores e deixou a comunidade perplexa. Na manhã de segunda-feira, 10, foi constatado óleo diesel em vez de óleo lubrificante no interior do motor da patrola da prefeitura, o que poderia ter inutilizado o equipamento.

Na manhã de segunda-feira, quando o operador da motoniveladora (patrola) da prefeitura de Alegria foi fazer a verificação rotineira do equipamento, antes de colocá-lo em funcionamento, percebeu que a viscosidade do óleo do motor não estava normal. Ao realizar uma avaliação mais precisa, percebeu que uma mangueira havia sido cortada. "Quando o operador chegou de manhã para trabalhar identificou essa situação. A patrola foi deixada no parque de máquina na sexta-feira (7) depois do expediente e na segunda de manhã estava nessa situação. É lamentável, mas coisas deste tipo estão acontecendo em Alegria e causando alguma revolta", lamentou o prefeito Renato Teixeira.

Conforme o relato do mandatário, o caso foi imediatamente comunicado a polícia civil do município que deu início aos procedimentos de investigações. "Já fizemos todo o levantamento do local com fotos e também estamos ouvindo algumas pessoas, mas ainda não podemos afirmar nada para não interferir na investigação", relatou o escrivão João Kinalski de Carvalho, titular da Delegacia de Polícia de Alegria.

De acordo com as informações levantadas, a coleta de provas, como digitais do local e da própria patrola, foi prejudicada pela presença do óleo que foi derramado. "Pôde se verificar que o diesel foi colocado no motor da patrola pelo cano da vareta de verificação do nível do óleo motor", explicou o prefeito.

Graças à correta atitude do operador, a máquina não sofreu qualquer avaria. "O motor dessa patrola foi reformado recentemente, o equipamento estava com apenas 50 horas de trabalho. Se não fosse o procedimento correto do operador tinha fundido o motor. Mas assim, não houve maiores danos e a patrola já trabalhou normalmente essa semana", contou o prefeito.

No entanto, esse não foi o único ato de vandalismo contra o patrimônio público verificado em Alegria nos últimos meses, outros dois casos de estragos na praça da cidade já foram registrados. Conforme relato do prefeito, uma placa de identificação e homenagem ao patrono da praça e a iluminação do local sofreram sérias avarias por vândalos. "Tem muita coisa estranha acontecendo aqui no município que está nos deixando tristes, mas espero que logo possamos ficar sabendo quem está fazendo isso", prevê o prefeito.



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

24/11/2017   |
03/02/2017   |
24/06/2016   |
27/05/2016   |
12/02/2016   |
12/02/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS