Segunda-feira, 27 de maio de 2019
Ano XXX - Edição 1558
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para Consumo

15/07/2013 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO  -  DESCONTENTAMENTO  -  O descontentamento é peculiar nas pessoas, quase sempre mal-relizadas. E tem origem numa série de frustrações. O descontentamento, quase sempre, acaba em ações ásperas. Em atitudes destemperadas. Em muitos casos o descontentamento é reprimido. Mas chega o dia e a hora em que se torna insuportável. Então, vem o extravasamento. Parece que é isso que está acontecendo nesta quadra da história brasileira. Um grande número de pessoas, principalmente jovens, estão exacerbadas. Saem do seu habitual modo de vida, para extravasar o descontentamento nas ruas, portando cartazes e soltando gritos de insatisfação. Tudo que estava acumulado vem à tona. E como são muitos os que sofrem do mal do descontentamento, espoucam as manifestações de ruas, que muitas vezes acabam em excessos, em arruaças, em quebra-quebras e agressões. Para sanar esta doença do descontentamento é aplicar a medicina da solução dos problemas. O grande problema neste momento é a falta de medicamentos eficazes. A maioria deles na mão de governantes irresponsáveis.

PIB PADRÃO FIFA -
Agora, os brasileiros querem tudo padrão FIFA: hospitais padrão FIFA; escolas padrão FIFA e o que mais? Inclusive, PIB padrão FIFA, já que somos pentacampeões mundias e tetracampeões da Copa das Confederações. Nada de pibinho de novo. Todos os anos, a equipe econômica do governo chuta um PIB alto, mas, no fim do ano, acaba em chutinho rasteiro.

POLÍTICOS ATENTOS  -  Muito se insistiu na ficha limpa, mas o clamor do povo não foi ouvido pela maioria dos políticos. Então, fiquem com as barbas de molho, porque nas próximas eleições a cobra vai fumar. A hora de caprichar é agora.

DUAS GOLEADAS: 3 X 0 contra a Espanha e 5 x 0 contra eles.  Com essa pegadinha me apanharam distraído.
E O BRASIL GRITA POR REFORMAS, POR MUDANÇAS, POR NOVOS TEMPOS. Chegamos ao fim de uma era?

ALGUMAS COISAS AFLORAM -
"O descalabro da ferrovia Norte-Sul:  É a sétima obra de transporte mais cara do planeta. Lançada em 1987, em tese, ligaria o Pará ao Rio Grande do Sul. Só no governo de Lula essa linha comeu R$ 4,2 bilhões no trecho de Palmas (TO) a Anápolis (GO). Ela deveria ter sido entregue em 2008. A empreitada teve 17 aditivos, liga o nada a coisa nenhuma. Há nela túneis prontos sem malha e pastos no leito. O Tribunal de Contas achou 280 quilômetros inacabados, porém, considerados entregues. Isso e mais R$ 27 milhões superfaturados. Em 2011, o Ministério Público acusou o doutor José Francisco das Neves (o Juquinha), presidente da estatal encarregada da ferrovia, de ter desviado R$ 71 milhões em 105 quilômetros da Norte-Sul - R$ 676 mil o quilômetro.)". É POR ISSO E POR OUTRAS QUE O POVO BRASILEIRO ESTÁ SE REVOLTANDO.

"ESQUERDA E DIREITA É UMA INUTILIDADE. HOJE, É GESTÃO COMPETENTE E INCOMPETENTE".  A frase é de Francisco Turra, dirigente da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frangos/Abrapef.

É UMA PENA  - "O interior cresce que nem rabo de cavalo", dizem muitos produtores rurais. É pena que se pense assim, em Três de Maio. Não é por nada que a população interiorana migra para a cidade, deixando o interior às moscas. Talvez, a aposentadoria rural seja uma das culpadas.  



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

17/05/2019   |
10/05/2019   |
04/05/2019   |
26/04/2019   |
12/04/2019   |
05/04/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS