Terça-feira, 12 de dezembro de 2017
Ano XXIX - Edição 1487
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Cartórios previnem problemas...

19/08/2013 - Por Marcos Salomão
Tweet Compartilhar
Você já deve ter percebido que, perto da sua casa, na cidade que você mora ou na cidade vizinha, existe um cartório. Talvez não tenha percebido, mas a sua vida passa por aquele local!

Cartórios registram nascimentos, casamentos, óbitos, compra e venda de casas, terrenos, terras e apartamentos. Contratos bancários, cobrança de dívidas, autenticam e provam que você realmente assinou documentos. Enfim, vários atos que fizeram, fazem e farão parte da sua vida. Não existirá um mundo sem cartórios. É uma instituição histórica que existe em mais de 100 países no mundo. É o local onde nós temos certeza de alguma coisa. É onde depositamos algum documento que consideramos importante. É o local que procuramos quando queremos tirar uma dúvida sobre algum documento que lá esteja arquivado.

É lá, no cartório que nós prevenimos problemas. E quando o problema estoura, porque não prevenimos, temos que ir ao judiciário. Sempre foi assim:

"Ah, não registrei a escritura da casa e o vendedor  vendeu ela de novo". A saída é o judiciário...

"Não sei se a assinatura daquele documento é verdadeira, pois não tem o carimbo do cartório e a pessoa nega que assinou". A saída é o judiciário.
Com a evolução do Direito, os cartórios agora estão ajudando mais ainda a sociedade e o Poder Judiciário.

Basta lembrar que antigamente para se pedir o divórcio era necessário ir sempre à Justiça. Agora, se não existem filhos menores ou incapazes, podemos realizar o divórcio direto no cartório, com a presença de um advogado.

Os processos de inventário, antes eram sempre judiciais. Agora, se todos herdeiros maiores e capazes, sem testamento, pode ser feito também diretamente no cartório, com a presença de um advogado.

A união estável também pode ser documentada em cartório.
O reconhecimento de paternidade, voluntário, também pode ser realizado em qualquer cartório do país.

Ainda, como novidade, existe agora a possibilidade de realização de casamento entre pessoas do mesmo sexo em cartório. Antes, buscado apenas na esfera judicial.

Em alguns estados já é possível a conciliação e mediação de conflitos pelo cartório da cidade.

Daí percebe-se a importância desta instituição que aos poucos vai aumentando o leque de atribuições sempre buscando servir melhor a sociedade.
Cartórios são a vacina. A Justiça é o remédio. 

Portanto, previna-se. Evite o conflito. Procure o cartório da sua cidade e busque as informações sobre o que você precisa. 



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

17/04/2015   |
13/04/2015   |
13/04/2015   |
27/03/2015   |
20/03/2015   |
13/03/2015   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS