Sexta-feira, 22 de março de 2019
Ano XXX - Edição 1549
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para Consumo

30/09/2013 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO  - PODE TUDO -  Estamos numa época que poderia ser batizada de pode tudo. Ou tudo pode. Violência e sexo então não existe mais nenhum resguardo. Por todos os canais: jornais, revistas, televisão, a violência e o sexo fluem direto. Não importa se crianças ou adolescentes têm ou não têm acesso. É a libertinagem campeando solta. Mirem só as novelas, quanta violência e desrespeito. E as crianças e os jovens assistindo a tudo sem freios. De tanto ver as barbaridades, tudo se lhes parece normal. Depois um menino de 13 anos mata pai, mãe e familiares com a maior naturalidade do mundo. Com certeza, viu isso na televisão, ou aprendeu nos videogames. Se se fazem tantas leis, por que não existe legislação severa proibindo a violência nos canais de comunicação onde crianças e adolescentes têm acesso? Ou será que se quer viver o episódio do quanto pior, melhor? Infelizmente, esta libertinagem está dando muito trabalho aos pais conscientes, que querem dar boa educação para suas crianças.
QUEREM SABER  - Existe curioso para tudo. Numa dessas colunas semanais escrevia que o 402 estava de graça. É o apartamento 402 do Condomínio Dom Rodrigo aí do lado da comunidade católica. Está de graça porque o inquilino não sai do imóvel - apesar de estar em andamento uma ação judicial de despejo, há quase dois anos. Mas os curiosos querem saber o nome da figura. O nome não vou declinar. Questão de ética. Talvez, um dia desses eu revele as iniciais do folgado inquilino. Aí os curiosos interessados vão buscar  o nome da peça.
ERA A DICA - Há tempos vinha alertando que o combustível iria aumentar. O preço vinha sendo segurado e, agora, o anúncio:gasolina sobe em outubro. Alta de 8% nas refinarias. Motivo para a inflação escalar mais um pouco.
GREVE DO MAGISTÉRIO TERMINOU MELANCÓLICA SEM MARCAR TENTOS A FAVOR.
MAIS UMA DA CÂMARA  -  É inacabável a gastança da Câmara dos Deputados. Agora, vem essa do aluguel de carros: Nesta legislatura, desde 2011, foram gastos em aluguel de carros para deputados federais nada menos do que R$ 58,1, milhões. Em média, cada parlamentar investe por mês R$ 3,5 mil em locação de veículos. Cada deputado gastou o equivalente a dois carros em locações neste mandato. Isso não é uma barbaridade?
"REFORMA QUE ESTÁ SENDO DISCUTIDA NÃO É A QUE O POVO QUER". Deputado federal Eliseu Padilha, do PMDB.
TERMINA UMA E COMEÇA OUTRA  -  Mal terminou a fracassada greve do magistério estadual e já começa a greve dos bancários. E aí vem a pergunta: qual será a próxima? Quem faz greve é porque não há outra forma de obter-se vantagens. Mas vamos convir que toda greve atrapalha a vida do cidadão.
NATUREZA REVOLTADA  - É assim que se poderia chamar o que acontece neste glorioso 2013 (o número 13, de fato, carrega um peso aziago)? Nos primeiros nove meses deste ano já se registraram geadas, nevadas, enchentes, vendavais, granizo. Só faltou a maldita da estiagem, que ainda poderá vir nos meses de outubro, novembro ou dezembro. Isso tudo num ano em que se registrou a safra recorde de grãos no Estado. Vamos convir, nossa região, até então, está a salvo das intempéries. Nem tivemos chuvas em excesso. Quem agradece são os produtores.
"O ministro desempatador jogou o Judiciário no poço do descrédito".
Colunista Percival Puggina.




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

15/03/2019   |
08/03/2019   |
01/03/2019   |
22/02/2019   |
15/02/2019   |
08/02/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS