Domingo, 15 de setembro de 2019
Ano XXXI - Edição 1574
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Crianças no esporte: investimento no futuro

22/11/2013 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Seja para formar campeões ou simplesmente cidadãos melhores, o esporte é uma grande ferramenta no desenvolvimento de crianças e adolescentes

É verdade que Três de Maio não possui mais clubes que  
disputem campeonatos como antes faziam o Oriental e Botafogo, trazendo grandes jogos de futebol para a cidade da Região Noroeste, ou então na modalidade do futsal, quando a Indemaio representava o município no Estadual Série Prata, porém, o potencial esportivo da cidade está longe de se esgotar. 
Entrevistados pela reportagem do Jornal Semanal, alunos e professores confirmam que o esporte local age como fator fundamental no desenvolvimento de atletas, assim como também ajuda a transmitir noções de responsabilidade, comprometimento e determinação. 

Ensinamentos de um campeão

Heptacampeão gaúcho entre os anos 2000 e 2008, bicampeão brasileiro em 2003 e 2008 e campeão da Copa do Brasil em 1997 e 2003 (todos os títulos conquistados como faixa preta de Taekwondo) Vilmar Schröer é professor da referida arte marcial desde 1995. Na sua academia em Três de Maio, fundada em 1997, ele atende 42 alunos no horário normal e mais 50 no projeto social Taekwondo Atletas de Ouro.
Considerando o trabalho realizado não apenas no aspecto físico, mas também na moral, incutindo um ideal nobre em seus praticantes através do esforço e dedicação, não é novidade ver alunos da academia de Vilmar representando Três de Maio em competições de alto nível.
A dedicação de seus alunos comprova o comprometimento proporcionado pelo taekwondo: nem mesmo um acidente fez Eduardo Rieger, 10 anos, desistir de treinar. O garoto, que iniciou a praticar a arte marcial no começo deste ano e é faixa branca, sofreu acidente no dia 12 de setembro, quando estava na frente da academia, esperando a aula começar, e acabou indo pra rua, momento em que foi atropelado por um veículo. 
Eduardo teve traumatismo craniano e teve que ser levado para uma UTI, mas, três semanas após o acidente, ele já estava de volta aos treinos na academia, readquirindo aos poucos a rotina com o Taekwondo. Para seus pais, que acompanharam o drama após o acidente, a prática do Taekwondo ajudou muito como fator de motivação, pois Eduardo poderia ter ficado traumatizado após o ocorrido, mas o gosto pelo esporte o fez retornar logo depois de ter se recuperado.

Foto: Genaro Caetano

Confira a matéria completa no Jornal impresso.




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

06/09/2019   |
30/08/2019   |
09/08/2019   |
15/07/2019   |
28/06/2019   |
28/06/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS