Terça-feira, 18 de junho de 2019
Ano XXXI - Edição 1562
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A Coluna do J

02/12/2013 - Por J Moraes
Tweet Compartilhar
A SITUAÇÃO da estação rodoviária de Três de Maio continua a mesma. Vale a pena conferir. O calçamento onde estacionam os ônibus  florescendo, um perigo. Os banheiros, o teto, tudo precário. Tudo precisando de reforma. O administrador diz que tem um projeto pronto. Mas os do contra dizem que é muito ambicioso para Três de Maio. Pensam pequeno. Não se deram conta que Três de Maio está crescendo. Enquanto isso, o local se deteriora. Os usuários sofrem. E a primeira impressão de quem chega aqui é péssima. Lamentável. 

RECOLHIMENTO DE LIXO sempre foi e continua sendo um problema. Raramente funciona bem. Em alguns momentos o serviço não funciona a contento da comunidade. Em outros, a comunidade não faz a sua parte. Com a coleta separada do lixo seco do orgânico, a comunidade deveria fazer a sua parte. A maioria não faz e reclama. Assim não dá. 
TRÂNSITO continua sendo um problema e a tendência é piorar cada vez mais. As vias públicas e rodovias abarrotadas de veículos e as montadoras produzindo cerca de 250 mil carros por mês. O que se pode esperar? É claro, o poder público pode fazer muito para amenizar um problema que parece não ter solução. Mas não faz, as decisões se arrastam e demoram muito. 

ESTÃO ENVENENANDO o Estado. Deu no jornal: o Rio Grande do Sul utiliza o dobro da média nacional de agrotóxico. O uso indiscriminado de herbicidas e inseticidas nas lavouras virou uma festa. Dizem, que agora, além de secante antes do plantio da cultura, tem aplicação de produto para apressar o amadurecimento da lavoura. É o fim da picada.
ONDE ESTÃO nossas autoridades ambientais? Endurecer para quem derruba uma árvore, para liberar espaço para uma obra, para construção de um núcleo habitacional ou até para uma área industrial, tudo bem, é a lei. Mas e para quem está envenenando o meio ambiente e a nossa comida?

A JUDICIALIZAÇÃO da saúde é um caminho que a população encontrou para ser atendida. Os cidadãos cansados de bater à porta das secretarias da Saúde e esperar por soluções que não vêm, estão recorrendo ao Judiciário para conseguir o que a lei lhes assegura. Se não vai por bem, vai por mal. Tem dinheiro para tanta coisa, como é que não vai ter para a saúde? Para muitos, o único bem. 

VICE-PRESIDENTE Michel Temer disse que o processo do Mensalão não terá impacto na campanha da presidente Dilma. Certamente não terá, ele conhece a aldeia. Depois de reeleger Zé Dirceu, Genuíno, Renan Calheiros, Sarney e outros, o povo brasileiro demonstra que perdeu a noção do perigo.  

BOM FIM DE SEMANA, boa pescaria (dentro da lei), curtindo Olson Brothers.



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

23/12/2016   |
16/12/2016   |
12/12/2016   |
02/12/2016   |
25/11/2016   |
18/11/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS