Terça-feira, 24 de setembro de 2019
Ano XXXI - Edição 1576
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Click Social

10/12/2013 - Por Yara Lampert
Tweet Compartilhar
"Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania. Depende de quando e como você me vê passar."


Solidariedade 
Muito mais que enfeites natalinos, presentes e uma farta ceia, Natal é tempo de solidariedade. Particularmente, acredito que isso deva ser frequente o ano todo. Mas, uma coisa não há como negar, no mês de dezembro, somos envolvidos pelo espírito da solidariedade. Estarmos atentos, aos mais necessitados, as entidades, e até mesmo, para aqueles que estão em nossa volta, pode ser um grande momento de protagonizar o bem e conhecer na prática o sentido da solidariedade. 

Bom exemplo deve vir de casa
"Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço". Afinal, não há como exigir que uma criança siga o caminho socialmente correto, se o seu exemplo de vida fizer o contrário. Neste caso, a expressão popular perde o sentido.
A conduta dos pais reflete no comportamento dos filhos. Tratar as pessoas de maneira arrogante, fumar, consumir bebida alcoólica exageradamente, falar palavrão ou provocar brigas. Todo e qualquer ato considerado inadequado pode ser copiado pelos filhos, que agem sem culpa, já que são estimulados muitas vezes pelo comportamento dos pais. O oposto também é verdadeiro, se a criança se cercar de gentilezas, será gentil com o próximo. Se for tratada com carinho, será carinhosa, com os que a cerca. Se em casa, as boas maneiras, for edificado, teremos crianças educadas.  Enfim, educação e valores, devem vir de casa. Simples assim!


Click Social



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

19/09/2019   |
13/09/2019   |
06/09/2019   |
30/08/2019   |
23/08/2019   |
16/08/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS