Sábado, 23 de março de 2019
Ano XXX - Edição 1549
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para Consumo

16/12/2013 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - CONCURSO DE LEITURA - Qual o quê! Na imprensa faz-se um alarido, um verdadeiro oba-oba, em torno de concurso de leitura. Com farta distribuição de prêmios. Professoras laureadas, com destaque especial, porque conseguiram mobilizar alunos. Despertaram o apetite dos alunos pela leitura. Quem diria! No nosso tempo, década de 1960-1970, sem alarde, sem premiação, se fez isso. Com absoluta naturalidade, sem o concurso de vídeos, microfones, fotos, se conseguiu despertar o gosto pela leitura, na então Escola Estadual Cardeal Pacelli. Não se despertou tão somente o gosto pela leitura, mas também pela escrita, que é outro capítulo mais encardido. E mais do que isso, na caudal da leitura e da escrita veio o gosto pela fala. Resultado de tudo isso: a leitura de uma obra - isso que não havia abundância de obras literárias nas bibliotecas - era sagrada, com os respectivos comentários, a chamada análise literária, a descoberta do talento. E, agora, quase meio século depois, celebra-se com foguetório e trombones, quando o menino ou a menina cria gosto pela leitura. Pela literatura. Ora, pois! Tem hoje o que ontem já havia.

"O GAÚCHO GOSTA DE PELEAR" - A frase é do desembargador Túlio Martins, referindo-se à Justiça. Não é o caso deste colunista, que em 74 anos, precisou uma única vez da Justiça. E por culpa do famoso gaudério, que se negou a desocupar o 402, que estava vendido na época. Isso há dois anos e meio atrás. Cabia muito bem um entendimento.
SE CUIDEM, POIS, O MUNDO ANDA CHEIO DE GOLPISTAS, ESPERTOS E VIGARISTAS. E SER HONESTO DEMAIS NÃO AGRADA A MUITA GENTE.

RESPEITO é bom e eu gosto, é como se diz. Mas isso nem sempre faz parte do cardápio de muita gente. Tem até um representante do Legislativo que usa o microfone da Casa para desancar sobre este colunista. O legítimo representante republicano poderia ser mais democrático e discreto não faltar ao respeito, porque jamais faltei ao respeito com ele. Se falta assunto, me procure.

ESCUSAS - É coisa patética um pedido de perdão em público. Pela primeira vez em 15 anos de andanças pelo Palácio Municipal foi o que assisti, quando um servidor municipal pediu desculpas em público pelos erros que cometeu contra a administração municipal e ofensas que teria proferido. É preciso ter grandeza de alma e personalidade para buscar o perdão. E o perdão, que precisa existir, foi lhe dado. É o clima de Natal. "Perdoai as nossas ofensas..." como diz a reza.

CENÁRIO PARA 2014 - inflação em alta, desaceleração do crescimento econômico e desvalorização do real. Um quadro pouco animador em ano de eleições e Copa do Mundo.
"...a Petrobras foi forçada pelo governo a gastar parte do dinheiro dos investidores para subsidiar o preço da gasolina  e do diesel, na tentativa de segurar a inflação. Uma decisão pouco transparente e perigosa". Revista VEJA

NOVIDADES  VÊM AÍ  -  Como deu certo o Programa Municipal de Produtividade e Qualidade do Setor Lácteo 2010-2020, depois rebatizado como Programa Municipal do Leite Sustentável, poderá dar certo o Programa Torne Sua Cidade Mais Humana, que deverá ser lançado no começo de 2014. A Secretaria de Administração já produziu o texto do projeto de lei que será enviado para apreciação do Poder Legislativo. São novidades que vêm para melhorar o padrão de vida do três-maiense.



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

15/03/2019   |
08/03/2019   |
01/03/2019   |
22/02/2019   |
15/02/2019   |
08/02/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS