Quinta-feira, 29 de junho de 2017
Ano XXIX - Edição 1462
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Projeto São Pedro une o esporte com a inclusão social

23/12/2013 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Iniciativa que se tornou realizade em 2004 e foi desenvolvida durante quatro anos, no âmbito da Escola Municipal São Pedro, o "Projeto São Pedro" retornou em 2013, voltando a preencher o tempo de crianças de escolas municipais de Três de Maio. O projeto também é chamado por seus orgnizadores de Projeto Futsocial.
Idealizado pelo técnico das categorias de base do Boatafogo Carlos Alves, o Carlão, e pelo professor de Educação Física Cesar Ferreira da Fontoura, o Projeto São Pedro envolve jogos de futsal com os alunos de instituições e bairros de Três de Maio e funciona duas vezes por semana. "Não se cobra nada, apenas que a criança venha, participe, respeite o patrimônio público e tenha interesse", explica Carlão, que parou o projeto em 2007, quando foi para Porto Alegre e lá ficou por dois anos.

Recomeço
Após o seu retorno para Três de Maio, Carlão reativou o projeto, porém, o mesmo não só foi adiante como também cresceu, abrangendo a Escola Castelo Branco. "Estamos com dois horários nas escolas, segunda e quarta na São Pedro e terça e quinta na Castelo, das 18h30min às 19h30min, para crianças de até 11 anos, e das 19h30min às 20h30min para crianças de até 15 anos".
Local de origem do projeto, a Escola São Pedro conta hoje com cerca de 50 crianças e adolescentes participantes, enquanto na Castelo Branco Carlão estima que os beneficiados cheguem a 40. 
Inicialmente apenas praticadas por meninos, as atividades já começaram a abranger a participação de meninas, na categoria sub-11 da Escola Castelo Branco. 
O projeto da Castelo conta ainda com a parceria da Marcenaria Castelo Branco, que banca as despesas com uniforme, bola, entre outros.

Novo projeto
"Estamos com esses dois projetos e já estamos planejando um terceiro", diz Carlão, informando que o local onde este terceiro projeto funcionaria ainda está indefinido, mas dois locais já aparecem como possibilidades para aplicá-lo.

Entretenimento
O fato de proporcionar momentos de lazer e atividades para as crianças e adolescentes das escolas por si só já é uma grande compensação pelo esforço empregado no trabalho com os projetos. "Para mim é muito importante, porque é para as crianças do meu bairro, mas claro que vêm crianças das Acácias, do centro, etc." diz o técnico do Botafogo, que ainda ressalta oportunidades nas quais há integração entre as categorias das escolas, gerando um leque de possibilidades para integração entre os participantes. 
 
Planejamento 
Responsável pela parte do planejamento do projeto, o professor Cesar Fontoura busca recursos financeiros, assim como também desempenha atividades com os alunos, pois o trabalho envolve mais do que simplesmente o esporte. "Acredito na educação das crianças em um ambiente onde o respeito, espírito de equipe e solidariedade, seja mais importante do que a parte técnica", diz Cesar.

Encerramento
O encerramento dos projeto em 2013 ocorreu no fim da tarde  de quinta-feira, dia 19, na Escola São Pedro, quando Carlão e Cesar reuniram amigos para ajudar a servir lanche para as crianças e distribuíram camisas para todos. 
O projeto retorna em 2014, possivelmente com um terceiro local para se somar aos dois onde as atividades já ocorrem.   

Foto: Genaro Caetano



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

23/09/2016   |
05/02/2016   |
04/12/2015   |
30/10/2015   |
19/06/2015   |
05/06/2015   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS