Sábado, 27 de maio de 2017
Ano XXIX - Edição 1458
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Valdir Natal Rochinheski

14/01/2014 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Casado com: Neusa Sklar Rochinheski.
Pai de: Katieli, 21 anos; Diórgenes, 19; Kauany, 9 e Djenifer, 8 anos.
Natural de: Três de Maio/RS.
Reside em: Alegria/RS.
Formação: Bacharel em Biologia - Licenciado em Ciências Biológicas - Especialista em Ciências do Meio Ambiente - Auditor Ambiental - Perito Ambiental Judicial - Biólogo.
Profissão: várias: professor - biólogo - auditor ambiental - perito ambiental judicial do TJ/RS e consultor ambiental - diretor/proprietário da EMPREBIO Soluções Ambientais Ltda.
O que não pode faltar na sua empresa: ética, responsabilidade e comprometimento.
Jamais poderia trabalhar como: taxista.
Se pudesse mudar de profissão, seria: Juiz de Direito.
O que mais gosta em seu trabalho: poder ajudar as pessoas na busca da resolução dos seus problemas.
Que momento mais marcou a sua carreira profissional: quando fui técnico, fiscal, licenciador, palestrante e gerente da Fepam.
Para que fins faz uso da internet: trabalhos, pesquisas, comunicação e lazer.
Como você se define: sou um profissional sonhador, que gosta de desafios, determinado para alcançar meus objetivos, sou exigente, organizado e fiel aos meus valores e compromissos, sou humilde, simpático e grato com quem é grato comigo.
Que momentos da sua vida você escolheria para reviver: entre tantos, os nascimentos dos meus 4 filhos. Você poderá ter 100 filhos que todos eles te marcarão.
Que momentos de sua vida você gostaria de apagar: não desejaria apagar nenhum momento de minha vida, porque é melhor você dar valor a todos os momentos, quer sejam tristes ou alegres. São os raros momentos que fazem a diferença, eles te moldam com o passar do tempo e fazem de você alguém único, original. Não há porque eu apagar as coisas ruins que aconteceram em minha vida, se não fossem esses momentos ruins, eu não seria forte como sou. Obrigado por tudo, quedas, tristezas, alegrias, choros, etc... Hoje tudo isso é parte de mim.
Qual a lembrança de sua infância mais marcante: os tombos que levei ao aprender andar de bicicleta, no potreiro da propriedade do meu saudoso pai.
Que habilidades gostaria de ter mas não tem: tocar acordeão.
O que gostaria de ter sabido antes: que nenhum obstáculo é tão grande se a nossa vontade de vencer for maior.
O melhor conselho que já recebeu: ser humilde, simpático e honesto, lutar com ética e dignidade para conseguir o que quer, subir as escadas da vida sem pisar e se aproveitar dos outros, assim as tuas conquistas são mais valorizadas.
Um presente que nunca esqueceu: um caminhãozinho de madeira que ganhei no Natal, da minha madrinha tia Maria.
Qual é o seu bem mais precioso: a família, principal responsável pela minha formação e pelo meu crescimento profissional.
Programa de fim de semana: almoçar em família, na companhia de amigos e assistir jogos de futebol, principalmente o jogo do meu S. C. Internacional, time do coração.
Um gosto inusitado: sentir o gosto do sal nos alimentos.
Momentos marcantes: além do meu casamento, o nascimento dos meus 4 filhos, a minha formatura de biólogo e a minha eleição para vereador.
Que presente você ganhou que nunca esqueceu:  o anel de formatura da minha esposa.
Time que torce: S. C. Internacional, o campeão de tudo.
Pratica atividade física: caminhadas e exercícios físicos.
Estilo musical: gauchesco, nativismo.
Hábito que não abre mão: tomar uma caipirinha no sábado, antes do meio-dia feita pela minha esposa Neusa.
Qual a paisagem natural que mais impressiona você: reserva do Taim/RS e Pantanal Mato-Grossense.
Qual a maior virtude de uma pessoa: a humildade acompanhada da honestidade e da lealdade.
O que você não tolera: ingratidão e discriminação.
Receita de sucesso: persistência e não ter medo de arriscar.
Negócio do futuro: água e sustentabilidade.
Um nome de sucesso: ambientalista José Lutzenberguer e Teixeirinha.
Ponto positivo de sua cidade: hospitalidade e tranquilidade de se viver.
E o negativo: rivalidades políticas.
Seus aplausos vão para: Os Partidos Políticos de Alegria/RS, que fizeram o consenso em 2008, onde reuniram as Siglas Partidárias do município e uniu toda a comunidade alegriense em prol do desenvolvimento e da paz.
Nota zero para: a arrogância, ingratidão e discriminações políticas.

Valdir Natal Rochinheski é diretor proprietário da EMPREBIO
Soluções Ambientais Ltda - www.emprebio.com.br




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

19/05/2017   |
12/05/2017   |
06/05/2017   |
20/04/2017   |
13/04/2017   |
07/04/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS