Quarta-feira, 18 de julho de 2018
Ano XXX - Edição 1516
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Alta produtividade deve compensar baixo preço

27/01/2014 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Cerca de 50% das lavouras de milho de Três de Maio já estão colhidas. A média da produtividade varia, mas em algumas lavouras a produção é de mais de 170 sacos por hectare

Produtividade será o fiel da balança na safra de milho

Boa produtividade deve compensar a queda no preço pago ao produtor

Fator decisivo, prioridade, aquilo que se mantém estável enquanto todo o resto varia, o termo "fiel da balança" pode ser aplicado para definir a produtividade desta safra do milho em Três de Maio, pois será o item que fará a diferença nos ganhos do produtor local, considerando que a grande oferta ocasionada pelas boas safras desta temporada acabou diminuindo o preço do produto. 
Para saber como os produtores locais estão reagindo a esse cenário de boa produtividade, mas baixo preço, a reportagem do Jornal Semanal falou com alguns agricultores sobre as suas recentes experiências com as lavouras dessa safra:
Conforme Volnei Kolling, da localidade de Entrada da Barrinha, as perspectivas são boas. O agricultor, ainda tem 80% de sua lavoura para colher, mas diz que espera uma produtividade de pelo menos 160 sacas por hectare, pois investiu forte em tecnologia. "A expectativa é a melhor possível, porque, no ano passado, optei por uma variedade de semente e não deu muito certo, mas neste ano investi em outra e, além disso, também não faltou chuva", diz Volnei, que confirma a baixa no preço, mas ressalta que, se a produtividade da lavoura seguir como está agora, não há motivo para reclamar.
Na lavoura de Zeferino Postai, de Consolata, mais da metade da lavoura já foi colhida e o produtor segue otimista com os resultados finais, e espera colher 170 sacas por hectare.
A situação de Zeferino também demonstra o papel que a produtividade terá na relação custo/benefício: com rendimento de aproximadamente 130 sacas por hectare obtido na safra passada, ele comercializou a saca pelo preço de R$ 29,00. Este ano, preço pago é menor,  mas ele espera que a quantidade do grão compense essa queda.

FOTO: DIVULGAÇÃO/JS

Confira a matéria completo no Jornal impresso.




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

18/05/2018   |
27/04/2018   |
02/03/2018   |
14/07/2017   |
23/06/2017   |
19/05/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS