Terça-feira, 18 de junho de 2019
Ano XXXI - Edição 1562
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A Coluna do J

07/03/2014 - Por J Moraes
Tweet Compartilhar
PASSEIOS PÚBLICOS são problemas em todas as cidades. Muito provavelmente pouquíssimas nesse país não tenham problemas, se é que existe alguma . Com isso, eu quero dizer que  os municípios não fazem passeios públicos por que não querem. É por que não tem recursos. E, para essa finalidade, não vão ter tão cedo. Portanto, passeio público padronizado é discussão  que não vai dar em nada. Infelizmente. 

FISCAL DE OBRAS deveria ser  lei em todos os municípios. Certamente  problemas de obras mal construídas e mal acabadas  diminuíram. O que tem de obras mal feitas por aí, não está no Gibi. Não se pode admitir que uma obra  construída com menos de 5 anos já esteja precisando de reforma. Estradas mal feitas, mal  recuperadas, também proliferam pelo interior dos municípios. É dinheiro  público jogado fora. Sem que ninguém seja responsabilizado.

CONTRARIANDO 92 por cento da população brasileira, o Senado por 11 votos a 8 rejeitou o projeto de lei que diminua para 16 anos a maioridade penal.  Prestaram um grande desserviço para o povo brasileiro. Não conhecem a realidade do país, pouco se importam pela segurança da população.

O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL - STF - conseguiu mais uma vez descontentar o povo brasileiro. A mais alta corte da justiça brasileira, depois de ter condenado os mensaleiros por formação de quadrilha e corrupção voltou atrás. Decidiu que os  mensaleiros não são quadrilheiros, só corruptos e diminui a pena deles.  Seis ministros  deram mostra de que pano são feitos.  

PRATICAMENTE todos os municípios da região estão organizando programações para comemorar o Dia Internacional da Mulher.   Com  grande poder de mobilização, as mulheres sabem muito bem aproveitar a data . Rompendo  uma a uma  as barreiras da discriminação e do preconceito, avançam firme rumo a igualdade total.

O DAER deu uma ajeitada no acostamento da ERS 342 no trajeto e "remendou" alguns trechos entre Horizontina e Três de Maio. A recuperação dos acostamentos  se resumiu ao patrolamento. O perigo  de uma escapada da pista continua na pedra solta.   Devia mirar-se no trabalho do DENIT  na BR 472, trecho Santa Rosa - Três de Maio.  Pista e acostamento impecáveis. 

PRODUTORES da região concorrem a premiação  no Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja do CESB. Há quem diga, com boas chances.   Algumas lavouras da região com tecnologia e bom tempo, em safras passadas já ultrapassaram os 80 sacos. Isso é soja que não acaba mais.  Técnicos afirmam que não está longe o dia de chegarmos a produzir 100 sacos por hectare.

UM BOM FINAL DE SEMANA A TODOS: curtindo as baladas  dos anos 70 de Peter Frampton.



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

23/12/2016   |
16/12/2016   |
12/12/2016   |
02/12/2016   |
25/11/2016   |
18/11/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS