Quarta-feira, 16 de janeiro de 2019
Ano XXX - Edição 1539
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A Coluna do J

14/03/2014 - Por J Moraes
Tweet Compartilhar
POR ENQUANTO, pelo menos 4 candidatos  estão se credenciando a buscar uma cadeira na Assembleia Legislativa pela região.  A saber:  Oldair Biancke (PSB), Gerson de Moura  de Horizontina, Delmar Mébius  (PSD), e Cesar Zambiasi (PDT) de Três de Maio. Terão que arregaçar as mangas e ir à luta. Para uma vaga na Assembleia Legislativa  serão necessários de 30 a 40 mil votos . É voto que não acaba mais. 

IMPACTO financeiro  dos projetos  que tratam da reestruturação de Carreiras e Gratificações  dos servidores públicos do estado, pode chegar a R$ 85 milhões. Proposta faz parte de projeto enviado pelo governador Tarso Genro  à Assembleia .Se for aprovado o próximo governador vai descascar o abacaxi.

FENASOJA  E EXPOTERNEIRA  estão sendo preparadas e devem movimentar o agronegócio na região  nos meses de abril e  maio.  Fenasoja  antecipada esse ano para 25 de abril à 4 de maio. Da  mesma forma, a Expoterneira antecipada para 23 à 25 de maio. Com a boa safra  por chegar, metade  do êxitos dos eventos está garantido. 

QUE TAL TCHÊ: O preço da erva mate subiu quase 400%. E o pior, continua subindo. E o gaúcho nem aí.  Até acho que deveria ter havido uma aumento talvez de até o máximo de  50%. Mas quase 400 por cento! E os órgãos que fiscalizam os abusos nesse país? Será que  realmente existe motivo para um aumento abusivo e extorsivo como esse? O consumidor brasileiro está nas mãos dos exploradores.

DEU NO JORNAL: O Plano de Saúde do Senado é vitalício, extensivo aos dependentes de senadores e ex-senadores. Em alguns casos, os gastos só com dentista chegam a R$ 60 mil por ano. Tratamentos caros com porcelana aluminizada e ouro odontológico.  Tudo pago com o dinheiro do contribuinte. Os benefícios, inclusive, são estendidos até para senadores cassados e, é claro, a todos os seus dependentes. 

O BRASIL PRECISA mudar muita coisa. Mas muita coisa mesmo. Mas o que em muitos países acontece  através da política e dos políticos,  aqui não tem chance. O nosso torrão amado só vai mudar  através dos movimentos sociais. Ou seja, o povo na rua, buscando seus direitos e respeito.

RESPONDA RÁPIDO:  Que pais é esse, onde a maioria trabalha para sustentar uma minoria  que não  trabalha?

BOM FINAL DE SEMANA:  curtindo as águas de março de   Antônio Carlos Jobim e Elis Regina.



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

23/12/2016   |
16/12/2016   |
12/12/2016   |
02/12/2016   |
25/11/2016   |
18/11/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS