Segunda-feira, 18 de março de 2019
Ano XXX - Edição 1549
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A Coluna do J

28/03/2014 - Por J Moraes
Tweet Compartilhar
CADA DIA PIOR: O trecho mais movimentado da ERS 342 aqui na região, entre Horizontina e Três de Maio, a cada dia piora . Dias antes da visita do governador a Horizontina iniciaram remendos na pista e foram patrolados os acostamentos. Ficou nisso. O governador foi embora e parece que  levou junto as máquinas. Com o movimento intenso de caminhões  em razão da colheita da soja a estrada piorou muito, e vai ficar  pior.

NULIDADES: Querem melhorar a política e o Brasil. Primeiro passo, acabar com as alianças. Enquanto isso não acontecer é muito difícil. O comprometimento com os partidos que  compuseram as alianças, comprometem também a futura administração. O exemplo vem de Brasília, para ter governabilidade a presidente tem que agradar a toda a base . Com isso, partidos da base indicam para cargos importantes verdadeiras nulidades.

TÔ NEM AÍ: Mesmo contra  a esmagadora maioria da população - cerca de 90  % conforme pesquisa da Rádio Vera Cruz - a Câmara de Vereadores de Horizontina aprovou projetos que aumentam em mais de 30% os Cargos de Comissão. Dos atuais 54  passam para 91 os CCs.  Elevando consideravelmente os gastos do Executivo.

DE REBENQUE ERGUIDO: Com a oposição perdida e desunida, a presidente Dilma navega em céu de brigadeiro para a reeleição. Mesmo com o desgaste dos problemas da Saúde, obras da Copa atrasadas e superfaturadas, televisão mostrando situação precária da Educação, etc. Venceria as eleições no primeiro turno. Pode cair um pouquinho, depois da descoberta do rombozinho de 1,2 bilhão na compra da refinaria de Pasadena. Mas isso passa logo.

CUSTO BENEFÍCIO: A pouca durabilidade da pintura das faixas de segurança levanta suspeita da qualidade da tinta usada para a pintura. A impressão que se tem é que no mínimo a cada 15 dias as faixas são repintadas. É clássico, barato que custa caro.

PLANTANDO BANANEIRA: O pé de bananeira vem se transformando em símbolo nas manifestações de protesto por melhores estradas. O fato já se repetiu em vários municípios e vem dando resultado. Planta-se um pé  da simpática planta em um buraco, logo em seguida, o dito é tapado. Na última sessão do legislativo três-maiense, a simpática frutífera foi estrela nos pronunciamentos dos vereadores.

BOM FINAL DE SEMANA:  curtindo Roberto Carlos e suas Folhas de Outono. 




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

23/12/2016   |
16/12/2016   |
12/12/2016   |
02/12/2016   |
25/11/2016   |
18/11/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS