Sexta-feira, 22 de março de 2019
Ano XXX - Edição 1549
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para consumo

04/07/2014 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO  - QUEM TEM BOCA VAI A ROMA  - É um ditado, tão somente um ditado. Mas é válido para todos os tempos. Valeu ontem. Vale hoje. E vai valer para sempre. Do contrário, o bonzinho, aquele que não tem boca para nada, não vai a lugar algum. Para bom entendedor, é preciso ser bocudo e brigão. O cidadão educado, que age discretamente, não se lhe reconhecem os reais predicados. E muita vez o gritão se destaca e obtém resultados que não são consentâneos ao seu tamanho. Os exemplos estão aí no dia a dia. Até no futebol, quem leva a melhor é o falastrão, o metido, aquele que dá trombada. Na política, quem leva a palma? São os que se arrojam, sobem na tribuna e compram as paradas. Rotulam-se os metidos e boquirrotos com o qualificativo de liderança. Então, para ser líder tem que ter boca e precisa ser peitudo, do contrário não vai a Roma. E, se for a Roma, é através de trampolins escusos. Por isso, muitos ficam na várzea, enquanto outros sobem nos altos cumes.

ALIMENTOS DESACELERAM -  Nos primeiros meses do ano, os alimentos levaram a culpa do recrudescimento da inflação. Em junho, a inflação desacelerou, por causa da queda dos preços dos alimentos. Sempre se diz que os preços dos alimentos são sazonais. Ora é o feijão, ora a batata e, quando não o feijão e a batata, o tomate leva a culpa da aceleração inflacionária.

O TEMPO CONSPIRA  -   Como vem acontecendo ciclicamente, o clima neste ano, está conspirando contra os interesses da agricultura. Além dos prejuízos causados pelas enchentes, há também o prejuízo que pode sobrevir para a produção primária. Desde logo, a triticultura está sendo severamente castigada. Outras consequências ainda podem ser somadas a estas.
 
INTERESSE PELAS ELEIÇÕES -  Uma pesquisa revela o interesse dos eleitores pelas eleições: 16% tem muito interesse; interesse médio: 29%; pouco interesse: 29%; sem interesse algum pelas eleições: 16%.  Somando os pouco interessados e os eleitores sem interesse algum, totaliza 55%. E 16% ainda votariam em branco, segundo pesquisa.

SE É PRECISO UM NOVO CICLO DE DESENVOLVIMENTO É PORQUE O ATUAL NÃO VINGOU.


VENDA DE VEÍCULOS CAI  - No primeiro semestre, a venda de veículos caiu 7%. Isso significa em números absolutos 1,7 milhão de unidades. Sem dúvida, um forte baque nas contas das concessionárias e revendas. Sem novas benesses para as montadoras, será este o quadro.

NOSSO ASFALTO  -  O  asfalto das avenidas e ruas centrais de Três de Maio data do fim da década de 1.970 e começo de 1.980, quando foram asfaltados 75.000 m2. Este asfalto durou praticamente 35 anos, sem que houvesse recuperação. Agora que o asfalto está deteriorado todo mundo se arroga o direito de chiar. Por que não chiaram antes? É dura a missão para quem tem que recuperar toda malha rodoviária urbana, já que os recursos são escassos.

SERIA TÃO BOM SE NÃO HOUVESSE PROBLEMAS. MAS OS PROBLEMAS EXISTEM. CULPA DE QUEM? O POVO GERALMENTE PÕE TODOS OS PROBLEMAS NA CONTA DO GOVERNO. POR MAIS QUE O GOVERNO FAÇA, SURGEM SEMPRE NOVOS PROBLEMAS. Quem paga o pato é o presidente, os governadores ou os prefeitos. E o povo faz sua parte? Uma parcela de culpa teria que ser aplicada a São Pedro, que está sendo inclemente...
 



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

15/03/2019   |
08/03/2019   |
01/03/2019   |
22/02/2019   |
15/02/2019   |
08/02/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS