Quinta-feira, 20 de junho de 2019
Ano XXXI - Edição 1562
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A Coluna do J

18/07/2014 - Por J Moraes
Tweet Compartilhar
DEPOIS de muita espera a Assembleia Legislativa aprovou o projeto que cria Casas de Solidariedade no Estado.  Os conhecidos albergues que servem  de logística para famílias que tem  algum familiar em tratamento de saúde em Porto Alegre agora serão de responsabilidade do Estado.  As Casas de Solidariedade deverão substituir os albergues mantidos por deputados com a finalidade de captar votos.

O RECAPEAMENTO DAS RUAS do Centro de Três de Maio estava indo rápido. Como é normal, essas obras trazem alguns transtornos para a população.  Mas as obras estavam indo num ritmo relativamente  bom. Estavam, por que a Corsan  se deu conta  que precisa  realizar  obras de infraestrutura  nas ruas que serão recapeadas, o que vai atrasar os serviços em no mínimo 30 dias.  Leitor pergunta . Por que não fez isso antes? Uma boa pergunta.

PREPAREM SEUS OUVIDOS e sua paciência, chegou mais uma campanha eleitoral. Não deveria ser assim. Deveria ser um período  de muita atenção e discernimento do cidadão. Todos deveriam ter muita paciência  e dedicação para ouvir com muita atenção os candidatos. Afinal, o futuro do Brasil, o nosso futuro, o futuro dos nossos filhos e netos estará sendo decidido.

INFELIZMENTE o descrédito com a classe política é tanto que a maioria não quer ouvir mais nada. Esse é um problema e um desafio para os candidatos. Chega da mesmice de sempre. Que tenham criatividade, apresentem novidades. Que sejam coerentes  e respeitem o eleitor com propostas sensatas.  Promessas infundadas  e discursos demagógicos não tem mais vez. Enfim, vamos esperar para ver o que vem aí.

EM FAMíLIA, esse é nome da novela do horário nobre da Rede  Globo, que de família tem muito pouco. Depois de usar a sua estupenda audiência para dar ênfase a  relações homossexuais entre homens, agora em rede nacional o foco é a relação entre  mulheres. Pior, envolvendo criança. Nada contra a preferência sexual de quem quer que seja.  Mas precisa  enfiar goela abaixo dos brasileiros, em horário nobre? Cadê a moral e os bons costumes?

PADRÃO FIFA, essa é a denominação dada a qualidade exigida pela Fifa, nas arenas, nos entornos, em tudo o que cercou o evento. Talvez seja o maior legado que a Copa nos deixou. O povo brasileiro adotou esse bordão. Queremos Padrão Fifa na saúde, padrão Fifa na educação, na segurança e por aí vai. E tem que ser assim. A cobrança tem que ser nesse nível. Se teve dinheiro para  realizar uma Copa do Mundo Padrão Fifa, também tem  para melhorar o padrão de vida do povo.

BOM FINAL DE SEMANA, uma boa pescaria curtindo Bob Dylan.  




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

23/12/2016   |
16/12/2016   |
12/12/2016   |
02/12/2016   |
25/11/2016   |
18/11/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS