Sábado, 21 de julho de 2018
Ano XXX - Edição 1516
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Preços dos produtos agrícolas desanimam produtores rurais

22/09/2014 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Indicativos de boas safras de trigo e milho se contrapõem com as cotações em baixa 

A expectativa de uma safra de trigo recorde mundial, uma supersafra de milho nos Estados Unidos e  superprodução de soja ao longo da temporada 2014-2015 estão pesando fortemente sobre os preços dos grãos mundiais. No Estado, os produtores rurais estão apreensivos com os preços praticados atualmente, no que diz respeito ao trigo,  milho e soja.

Segundo o chefe do escritório municipal da Emater/RS-Ascar em Três de Maio, Leonardo Rustick o preço da saca de trigo de 60 kg está em R$ 25,00. No ano passado, nesta época, era de R$ 40,00. Com o milho, a situação é semelhante. Hoje, está cotado em R$ 19,00. Em 2013, no mesmo período, era R$ 30,00. "Isso ocorre devido a conjuntura de mercado e a vários fatores. As cotações desfavoráveis desanimam o produtor, que mesmo esperando uma safra normal, fica apreensivo", avalia.

Este cenário de apreensão se confirma em um estudo divulgado pela Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado (Fecoagro), que aponta que a receita obtida com a venda dos produtos como milho e trigo vai ser insuficiente para cobrir os custos de produção. Na safra passada, o produtor de milho gastou R$ 2.154 por hectare, valor elevado para R$ 2.183 no atual ciclo. Portanto, levando em consideração os preços da saca, a tendência é de que o agricultor tenha um prejuízo de R$ 83 por hectare.

No trigo a situação é mais crítica. O preço está 23% abaixo do mínimo. A queda das cotações e a incerteza em relação à comercialização preocupa o setor produtivo.

FOTO: DIVULGAÇÃO EMATER RS


Confira a matéria completa no jornal impresso



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

18/05/2018   |
27/04/2018   |
02/03/2018   |
14/07/2017   |
23/06/2017   |
19/05/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS