Sábado, 27 de maio de 2017
Ano XXIX - Edição 1458
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Danusa Widz

03/10/2014 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Idade: 30 anos
Namorando com Ederson Marostega
Natural de: Horizontina        
Reside em: Doutor Maurício Cardoso
Filha de: José e Neusa Widz
Formação em: Jornalismo pela Unijuí
Profissão: Jornalista
Leia-se: Assessora de Comunicação no CFJL/FAHOR
Se pudesse mudar de profissão, seria: Psicóloga
Jamais poderia trabalhar como: qualquer profissão que seja muito técnica
O que mais gosta em seu trabalho: A possibilidade de desenvolver diferentes atividades que envolvem a profissão de jornalista
Como você se define: Alguém que quer estar bem com todas as pessoas com quem convive para ter paz na mente e no coração; que quer uma vida simples no trabalho, no lazer e nos relacionamentos com família, amigos e colegas.
Que momento da sua vida você escolheria para reviver:
A infância, com certeza! Quando o principal compromisso era estar em casa até às seis da tarde!  
Qual a lembrança mais marcante da sua infância: Meu avô me ensinando a andar de bicicleta e a perder o medo do balanço
Qual é o seu bem mais precioso: família e amigos
Que habilidades gostaria de ter mas não tem: habilidades para realizar tarefas artesanais e habilidades para não
absorver tanto as coisas ruins e fatos negativos
O que gostaria de ter sabido antes: que não se pode confiar em todas as pessoas
Programa de fim de semana: descansar sem pensar em nada!
Um momento marcante: minha formatura na faculdade
Pratica atividade física: pratico Pilates
Estilo musical: Rock
Qual a paisagem natural que mais impressiona você: a lua cheia
Projeto de viagem: conhecer a Holanda
Qual a maior virtude de uma pessoa: sinceridade
O que você não tolera: falsidade
Receita de sucesso: gostar do que faz e fazer o que gosta
Um sonho de consumo: Poder desfrutar tudo o que há de bom e de melhor na Polinésia Francesa
Ponto positivo de sua cidade: tranquilidade
E o negativo: falta de opções culturais
Seus aplausos vão para: minha vó, Alvina Anna Krauspenhar Stücker
Nota zero para: Pessoas que se aproveitam das outras
para subir na vida




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

19/05/2017   |
12/05/2017   |
06/05/2017   |
20/04/2017   |
13/04/2017   |
07/04/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS