Terça-feira, 19 de novembro de 2019
Ano XXXI - Edição 1584
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A Coluna do J

10/10/2014 - Por J Moraes
Tweet Compartilhar
INSTITUTOS DE PESQUISA cristalizaram uma verdade. A pesquisa  que vale, é o voto na urna . A desconfiança e o descrédito nelas, só faz aumentar . Estranhamente as de boca de urna ainda tiveram  desempenho pior . Ou existe má fé,  ou são malfeitas. Escolha o que é o pior.

MAIS UMA VEZ nenhum candidato de primeira viagem aqui da região conseguiu se eleger. Velhas raposas fazem o possível e o impossível para se manter no cargo. Com máquinas bem estruturadas com poder de mídia e econômico considerável, passam por cima de qualquer um que queria aventurar-se. Isso vale para todos os partidos.

MAS MESMO assim, não justifica o fraco resultado alcançado pelos candidatos locais. Os três candidatos que representavam os municípios de Três de Maio e Horizontina não chegaram juntos a seis mil votos. Se entende a dificuldade de todos, mas se esperava um resultado melhor. De qualquer forma, deve se elogiar a coragem de enfrentar uma batalha, que todos sabiam, praticamente perdida.

ESPAÇO  só quando um dos medalhões desistir. Como isso acontece muito raramente, e o povo não é apegado a renovação, esse panorama deverá continuar  por muito tempo. As mesmas caras, as mesmas propostas, as mesmas promessas. Com isso, temas regionais importantes como a Ponte Internacional e a ERS 305, entre outros, vão continuar congelados.

E NÃO ADIANTA culpar só os políticos. Cada um tem a sua culpa.  Quando tem oportunidade de mudar, não mudam. Então, vamos pelo menos pressionar os eleitos para se interessar mais pelos grandes temas regionais. Se reeleger apenas com emendas parlamentares é muito pouco.  Aliás, pouquíssimo.

TANTO NA ELEIÇÃO para presidente quanto para governador, as refregas do primeiro turno, deverão influenciar no resultado do segundo.   Para tentar reverter as pesquisas, os candidatos que passaram para o segundo turno pegaram pesado. Esse fato poderá dificultar o apoio dos derrotados mais desejados. Ana Amélia aqui e Marina Silva lá. As duas mesmo derrotadas, podem decidir as eleições.

COLETA SELETIVA DE LIXO por enquanto é ficção em praticamente todos os municípios. E a culpa não é apenas da comunidade. Boa parte da população vinha separando o lixo orgânico do reciclável, mas no momento do recolhimento tudo é misturado. Enquanto isso não for encarado com seriedade por todas as partes envolvidas, não tem como funcionar.

A  NOTÍCIA caiu como uma bomba em Horizontina e Três de Maio. O fechamento dos Colégios Cristo Rei em Horizontina  e Dom Hermeto em Três de Maio. Dois dos mais conceituados educandários da região. Primam pela educação de qualidade. Em nota oficial, o presidente  da Fundação L´Hermitage, mantenedora das Instituições, diz que dificuldade financeiras são o principal motivo. Se comenta que além da diminuição de alunos, a inadimplência é alta nos dois educandários. Assim fica difícil.

BOM FINAL DE SEMANA, saudando a chegada  do neto e companheiro de pescaria, João Arthur, curtindo  Eagles .




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

23/12/2016   |
16/12/2016   |
12/12/2016   |
02/12/2016   |
25/11/2016   |
18/11/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS