Sábado, 17 de novembro de 2018
Ano XXX - Edição 1533
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Polícia Federal investiga fraude no Pronaf

24/10/2014 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Indícios apontam suposto envolvimento do deputado federal do PT, Elvino Bohn Gass

 A Polícia Federal investiga esquema de fraude envolvendo empréstimos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, o Pronaf, a pequenos agricultores de municípios do Vale do Rio Pardo, no Rio Grande do Sul.

 A Operação Colono teve início após denúncias de produtores ao Ministério Público. Eles procuraram o órgão para dizer que não haviam autorizado empréstimos e apenas tinha assinado papéis em branco que ficaram na Associação Santa-Cruzense dos Agricultores Camponeses (Aspac), de Santa Cruz do Sul, integrante do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA).

Nome de Bohn Gass aparece em escutas telefônicas

Segundo o Ministério Público, os indícios revelam a utilização das verbas indevidas na campanha do deputado Bohn Gass e do vereador Rabuske, que comandava a associação de forma extraoficial para movimentar o esquema. O inquérito aponta, ainda, que a fraude era realizada em parceria com servidores do Banco do Brasil. A instituição financeira abriu sindicância, que resultou no afastamento do gerente da agência do município onde eram feitos os contratos, suspeito de conivência por facilitar a fraude.

Segundo o MP, as escutas telefônicas que mostram que o deputado atuava no esquema foram interceptadas em 2013. Em uma das ligações, os interlocutores afirmam que a prática servia como uma espécie de caixa dois para as campanhas eleitorais do deputado e do vereador.

Confira a matéria completa no jornal impresso





Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

28/09/2018   |
27/07/2018   |
18/05/2018   |
27/04/2018   |
02/03/2018   |
14/07/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS