Quarta-feira, 20 de março de 2019
Ano XXX - Edição 1549
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A Coluna do J

06/09/2012 - Por J Moraes
Tweet Compartilhar
LAVOURA DE TRIGO promete. O desenvolvimento apresenta-se na fase de formação de grãos, e de acordo com os técnicos, está em ótimas condições. É uma boa notícia, principalmente depois da frustração das lavouras de verão. Mas, a cultura é altamente sensível às intempéries. Como falta quase dois meses para a colheita, ainda corre riscos.
LAVOURA DE MILHO que está no estágio inicial de desenvolvimento, a cada ano apresenta crescimento de produtividade. Conforme os técnicos, é uma lavoura cara, mas que paga com sobra o investimento em tecnologia. Quem investe colhe. Nos últimos anos, a produtividade média teve um salto considerável. Graças a tecnologia.
LAVOURA DE SOJA embalada pelos melhores preços da história, deverá ter um incremento considerável na próxima safra. Com a frustração da safra americana, é possível que os atuais patamares sejam mantidos para a próxima safra. E é com essa expectativa que os produtores vão jogar quase todas as fichas na oleoginosa. E é claro, para tentar recuperar um pouco do prejuízo da safra passada.
PRODUÇÃO DE LEITE já é a salvação da lavoura em muitos municípios. Aqui na região, o leite está se transformando na principal fonte de renda de muitas famílias. Quando a safra frustra, a suinocultura está em crise, o leite aparece como salvação. O leite é a fonte de renda mais segura e, talvez, a única viável na pequena propriedade.
AMANHÃ RUFAM os tambores para o Desfile Cívico de 7 de setembro.  Milhares de pessoas deverão se reunir à margem da Avenida Uruguai para ver a banda  passar. A banda, e é claro, estudantes e entidades. Uma banda bem afinada, estudantes garbosos em seus uniformes, marchando com vontade e determinação, emocionam, ah, emocionam.  
CAMPANHA política caminha com normalidade. Os candidatos levando suas mensagens de todas as formas possíveis, e que a lei permite. E as emissoras de rádio dando de graça generosos espaços para os candidatos. Faltando um mês para as urnas decidirem, como é normal, os ânimos começam a acirrar.
LEMBRE-SE - O voto não tem preço, tem consequência. Escolha muito bem quem merece recebê-lo. Votar, antes de tudo, é um direito. Saiba exercê-lo da melhor forma possível. O seu voto, no mínimo, terá consequências diretas na sua vida e de sua família, pelos próximos quatro anos. Ouça, analise e decida.
BOM FIM DE SEMANA, lembrando que em política, temos adversários, não inimigos.



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

23/12/2016   |
16/12/2016   |
12/12/2016   |
02/12/2016   |
25/11/2016   |
18/11/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS