Sábado, 29 de abril de 2017
Ano XXIX - Edição 1454
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

2015=8=INFINITO

16/01/2015 - Por Arlete Salante
Tweet Compartilhar
que a numerologia nos apresenta para o ano. De numerologia não entendo, mas de intencionalidade positiva sim. E é isso que as infinitas possibilidades nos trazem a cada dia, quando o EU pode nascer infinitamente.

Mas, agora que o ano já finda suas primeiras semanas, que todos os tradicionais clichês foram repetidos na virada do ano para nada dar errado com "as sagradas superstições", quando as galinhas foram rejeitas e os porcos viraram vedetes;

Agora que as listas de desejo e promessas foram pensadas, repensadas e quem sabe até escritas e jogadas ao vento ou na água, ou talvez enterradas nos pés de algum santo ou ainda queimadas para se transmutarem ...

Agora que você já se deu conta que o ano mudou, mas os seus problemas continuam os mesmos....  O que fazer?

Não conheço caminho mais nobre e sensato que o autoconhecimento, promotor do autodesenvolvimento. Assim transcendemos, temos a percepção própria do que é essencial à vida e sabemos os limites que devem ser respeitados no contato com os outros.  É infinita a capacidade do ser humano em se renovar e despertar a cada dia com olhar novo sobre o velho, isso claro, desde que se esteja vivo, não apenas de corpo, mas de alma. E mais, consciente da responsabilidade única e intransferível para atingir a capacidade de ser feliz, prova que atingiu a autorrealização.

Enxergar o novo e ser visto pelas novas possibilidades é ressoar em expansão de espaço vital. Sim, porque também somos vistos como possibilidades para outros. Esta é a riqueza de viver em sociedade. Cada pessoa que é por si pode individuar uma presença vital e estar em ação, a serviço de outros semelhantes humanos.

Entramos em contato com o mundo físico a partir do meio psicológico. Podemos funcionar em diferentes níveis de consciência e interação e, a partir daí estabelecemos a realidade. Quanta responsabilidade! Que realidades absurdas e insensatas podem ser criadas se a consciência estiver com a lente embaçada. Quantos mal-estares, desentendimentos, perdas, impossibilidades e autossabotagens são construídos a partir da consciência condicionada ao erro, ao desvio. Já na adolescência evidenciam-se os caminhos da alma e também o peso de mandatos internos que formatam um sujeito ao padrão que o meio externo ordena.

É possível projetar a si mesmo fazendo da existência um acontecimento real, um projeto que se realiza e vibra a infinidade de realizações com o seu melhor que torna  o coletivo mais humano!

Conhecer e desenvolver a si é fazer um apelo à existência e suas INFINITAS possibilidades. 2015 pode ser um ano alinhado à ordem da vida, faça sua parte por você e todos ganham!




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

15/04/2016   |
08/04/2016   |
01/04/2016   |
24/03/2016   |
18/03/2016   |
11/03/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS