Terça-feira, 25 de julho de 2017
Ano XXIX - Edição 1467
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

2014 foi o ano mais quente da história

30/01/2015 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Desde 1880, quando foi iniciada a medição, a temperatura média da Terra ficou 0,8 grau Celsius mais quente

O ano de 2014 foi o mais quente do planeta desde o início dos registros em 1880, revelou recentemente um relatório divulgado pela Agência Oceânica e Atmosférica (NOAA) dos Estados Unidos. Dezembro também marcou uma temperatura média na superfície da Terra e dos oceanos sem precedentes nos últimos 134 anos para este período do ano, acrescentou a agência.

Para o ano, a temperatura média se situa entre 0,69°C acima da média do século 20, superando as marcas prévias de 2005 e 2010, de 0,04°C. O relatório da agência disse que o recorde de aquecimento se propagou pelo mundo.

Com a exceção de 1998, os 10 anos mais quentes registrados no planeta aconteceram a partir de 2000, de acordo com análises da temperatura da superfície.

Desde 1880, quando foi iniciada a medição, a temperatura média da Terra ficou 0,8 grau Celsius mais quente, uma tendência provocada em grande parte pelo aumento das emissões de dióxido de carbono e de outros gases na atmosfera do planeta, segundo a Nasa.


2014 registrou o maior volume de chuva dos últimos 14 anos em Três de Maio


Foram 3.009 mm em 12 meses. Já o menor volume, apenas 1.400 mm, foi em 2002

O Rio Grande do Sul teve um mês de janeiro com eventos climáticos para agradar todos os gostos dos gaúchos. Dias com muito sol e calor; além da incidência de frentes frias que provocaram muita chuva.

Na maioria das semanas, a chuva foi incidente em praticamente todos os dias. Antes das precipitações, as temperaturas ficavam bastante elevadas, com forte sensação de abafamento. E em pontos isolados, houve temporais e ventania.

Mas a chuvarada que marcou o mês de janeiro no Estado não foi tão atípica assim. O jornal Semanal fez um levantamento sobre o volume de chuvas registrado no município de Três de Maio, conforme medição da Comercial Agrícola Manjabosco (Comanja). As informações passadas pela empresa são relativas aos anos de 2000 a 2015.

Considerando apenas o mês de janeiro dos últimos 15 anos, mesmo com 284 milímetros (até às 7 horas de ontem, dia 29), janeiro de 2015 não foi o mais chuvoso no município. O ano passado, por exemplo, registrou 343 milímetros em janeiro. E em 2001, choveu 336 no mesmo mês.
Já o janeiro menos chuvoso foi o de 2012, com apenas 41 mm. Em 2008, também choveu pouco no período, 70 mm. Estes dois anos foram caracterizados por uma grande estiagem (de janeiro a março) no Estado, em especial na região Noroeste, que afetou as culturas de verão naquela época.

Média de 250 mm/mês em 2014
Ainda sobre chuvas, 2014 foi o ano mais chuvoso desde 2000 em Três de Maio. No total, foram 3.009 milímetros, uma média de 250,75 mm/mês, quando o normal é 150 mm/mês, conforme a média histórica de precipitações pluviométricas do município. O segundo ano mais chuvoso foi 2002, com 2.757 milímetros.  Já o ano que teve menor volume de chuva foi 2004, com apenas 1.400 milímetros, representando uma média de 116 mm/mês.


Confira a matéria completa no jornal impresso




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

21/07/2017   |
09/06/2017   |
13/06/2016   |
29/04/2016   |
25/09/2015   |
04/09/2015   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS