Segunda-feira, 12 de novembro de 2018
Ano XXX - Edição 1533
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

'RE'pensando a vida organizacional

06/02/2015 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Tamara Raquel Fim*

Basta o ano começar para que as pessoas voltem a se preocupar com sua situação profissional. Deixamos de lado um pouco a nossa querida amiga procrastinação e nos convidamos a arregaçar as mangas e fazer aquilo que havíamos adiado.

De encontro a esta (nem tão nova) meta o início do ano é o momento em que as empresas estão organizando ou prospectando o seu cadastro de candidatos, e de acordo com Katherine Minella, psicóloga organizacional e diretora pedagógica da Associação Brasileira de Recursos Humanos do RS, é um bom momento para os candidatos se organizarem profissionalmente, atualizando seus currículos, e fazendo capacitações, como cursos de férias.

Para além do conhecimento e habilidades específicas para o cargo, as atitudes do candidato contam muito, existem determinadas características que agregam valor a sua candidatura e ao seu perfil profissional. Segundo Katherine quando os currículos são muito parecidos, as atitudes servem de desempate. Os recrutadores buscam candidatos que se identifiquem com os valores da organização, mas, de forma geral, algumas características se destacam como:
Iniciativa - é ter prontidão, agir antecipadamente, se antecipar aos fatos, ser proativo.
Resiliência - capacidade do indivíduo de superar obstáculos, de lidar com problemas, de resistir à pressão, de lidar com as adversidades (competência cada vez mais procurada por recrutadores).
Trabalho em equipe - compartilhar atividades, processos, ideias: capacidade de aceitar ajuda e se prontificar a contribuir e a ajudar os colegas.
Comunicação - transmitir as suas ideias com clareza, fazer-se entender, saber se expressar, articular pensamentos.
Confiança - capacidade da pessoa de se entusiasmar, de motivar a si mesma, de buscar forças internamente, de manter-se confiante e otimista.
Mudança - estar aberto às mudanças, aceitar o novo (nova cultura, novos processos, nova liderança, novos cargos) uma vez dentro da empresa.

Óbvio que os itens acima nem sempre se aplicam, e que a principal premissa é conhecer os valores da empresa, por exemplo em uma empresa conservadora, que deseja que seus colaboradores apenas desempenhem um determinado papel, querer mudanças, ser criativo pode ser um fator para você não ser escolhido. Os atributos dependem da empresa, da vaga, não existindo uma "listinha" pronta.

Cada vez mais escutamos e escutaremos recrutadores, empresários, profissionais do ramo de seleção e contratação falando que existem muitas e muitas vagas, e se queixando da escassez de profissionais capacitados a preencherem estas vagas.

Destaco aqui que capacitação tem muito mais a ver com experiência e vivência prática de determinas funções do que com coleções de cursos e certificados. Profissionais com as características acima as adquiriram no fazer de seu exercício, no dia - a - dia, conforme desempenhavam as tarefas para as quais foram contratados, é muito mais uma questão de feeling que de aprendizado. Não estou dizendo que tais atitudes não possam ser aprendidas, ou melhor, desenvolvidas, mas se o sujeito não estiver preparado para desenvolvê-las, não existir este feeling pouco irá adiantar.  Eu pelo menos até hoje não conheci nenhum curso que ensinasse a ser resiliente, confiante, a ser líder, ou alguém que conquistou tais características sem ao menos ter a percepção para tais diferenciais.

O mundo é dos que melhor se adaptam, plagiando Darwin, e dos que antes conseguem perceber o que as pessoas precisam. Algo que jamais será ensinado ou posto à venda é a capacidade de entender de gente, o profissional de sucesso é aquele que sim, tem muito conhecimento teórico (competência técnica), mas que também sabe se relacionar com os outros (competência humana). Enquanto a capacidade técnica está presente na grande maioria das pessoas a capacidade humana só emerge quando temos consciência que precisamos e sempre precisaremos do outro.

*Psicóloga - Rhenova Colocação Profissional
CRP 07/22155.





Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

09/11/2018   |
19/10/2018   |
11/10/2018   |
05/10/2018   |
28/09/2018   |
21/09/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS