Sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
Ano XXX - Edição 1540
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A Coluna do J

20/02/2015 - Por J Moraes
Tweet Compartilhar
CUSTO REELEIÇÃO - Passou o Carnaval, começou 2015. Um ano que se prenuncia dos mais sombrios. Preço da gasolina chegando próximo dos 4 reais. Energia elétrica ao longo do ano deverá ter um aumento de cerca de  70%. E é claro, quando aumentam esses dois produtos que são as principais forças que movimentam a economia, aumenta tudo, absolutamente tudo. Produtos e serviços. Do feijão ao encanador. Do remédio a manicure. Vai ser chumbo grosso. Quem sobreviver verá. Tudo isso, ou a maior parte disso, é o custo reeleição. A situação vinha sendo maquiada há muito tempo. Passado o pleito, a represa foi solta. E salve-se quem puder.

DESAFIOS 2015 - Esse ano, particularmente, será de muitos desafios para os brasileiros. Desafios na área econômica, com a crise já instalada. Na área política, pela expectativa da reforma política, sempre prometida e nunca realizada. É a esperança de mudar esse país. Temos outras reformas,  como a Tributária, a Judiciária, todas importantes para mudar a cara do Brasil. Mas a mãe de todas deve ser a Reforma Política. Que para valer, deverá ser profunda e abrangente, para dificultar ao máximo a entrada dos mal intencionados na vida pública. Difícil, mas não impossível, se todos quiserem, e o povo fizer a sua parte pressionando.

FALTANDO um ano e meio para as eleições, as peças do tabuleiro político começam a ser movimentadas. Em Três de Maio, nomes começam a ser ventilados, tudo na base da especulação. A Expofeira pode ser uma vitrine para  prováveis candidatos. Partidos podem usar o evento de forma discreta e elegante para isso.

CREDENCIADO por mais de 1000 votos nas últimas eleições, o presidente da Câmara de Três de Maio Cleiton Felipe dos Santos, o "Cisquinho", se credencia ao cargo majoritário nas eleições do ano que vem. Seria a renovação tão apregoada pelos partidos políticos, mas poucas vezes colocada em prática.

ENQUANTO as rotatórias não chegam, lombadas eletrônicas na 342 entre os trevos da Pasqualini e da 472 certamente deixariam o trânsito no trecho muito mais seguro. Um dos trechos mais movimentados da região, o que por si só justifica a instalação do equipamento. E com o trânsito mais lento, o comércio seria beneficiado.

CALIBRANDO - De herói a vilão, a canalhice que fizeram com o leite... Pra poucos : Pai e filho presidente de Legislativo Cisco e Cisquinho... Ao melhor estilo"come quieto", Luiz Fernando Cereser acelera os preparativos para a Expofeira... Vereador Antônio Lajus do PPS de Horizontina, que destina todo o seu salário a entidades assistenciais do município, já distribuiu mais de 100 mil reais... Lilico Mella recebe convite para ser  candidato por outro município nas próximas eleições... Diz ser difícil, mas não impossível... Com o novo planejamento, sobrou estacionamento no centro de Três de Maio... Três de Maio expande  a construção civil, Horizontina retrai. Pedrinho Dapper diz que PMDB não abre mão de candidatura  a prefeito... PDT também não...

BOM FINAL DE SEMANA, boa pescaria curtindo Creedence.



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

23/12/2016   |
16/12/2016   |
12/12/2016   |
02/12/2016   |
25/11/2016   |
18/11/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS