Sábado, 17 de novembro de 2018
Ano XXX - Edição 1533
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Quem é John Galt ?

13/03/2015 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Érico Feldmann*

Todos as pessoas, diuturnamente, buscam e esperam respostas. Há perguntas que não podem ou não sabem calar. Para obter algumas respostas, muitas vezes precisamos esperar ou precisamos nos empenhar para obtê-las. Algumas respostas, infelizmente, não vêm, embora as esperemos por longo tempo ou até as buscamos tenazmente. Cito alguns exemplos de perguntas não respondidas, mal respondidas, ou porque foram sonegadas ocultando a verdade ao mundo: a) quem esteve por traz do assassinato de Kohn F. Kennedy ? b) Como e porque foi deposto Nikita Kruschew? c) Qual a razão (e quem quis ou determinou isso) da divisão da Alemanha para depois querer a sua reunificação ? d) Quais os objetivos do Foro de São Paulo e quem dele participa? e) Quem escreveu e de que trata o livro 'Quando o futuro morreu? (de Rudinei Kopp)'; f) QUEM É JOHN GALT?

Na semana de 2-6/03/2015, o BRASIL inteiro, especialmente a classe política brasileira e integrantes do atual Governo Federal estavam, todos, apreensivos e angustiados (alguns até temerosos) para conhecer a 'LISTA DE JANOT' (leia-se, Rodrigo Janot, Procurador Geral da República), dos envolvidos na Operação Lava Jato. Uma vez entregue a lista ao Ministro Teori Zavascki do Supremo Tribunal Federal, no final da semana, evitando o sigilo,  liberou os nomes dos envolvidos. Os nomes se tornaram conhecidos. Bem, a pergunta de todos foi respondida e os 'listados' e seria quem seria melhor investigado tornou-se conhecido.

JOHN GALT não constava da Lista de Janot. Ao que se sabe, também não consta da Lista de Schindler. Mas, afinal, QUEM É JOHN GALT ?

No ano de 1977, JOHN KENNET GALBRAIT, economista, filósofo e escritor estado-unidense, publicou seu livro 'A ERA DA INCERTEZA' (são suas também as obras: A Sociedade da Abundância, Anatomia do Poder, O Novo Estado Industrial), onde há sinalizou esse mundo de incertezas em que já estavamos e estamos mergulhados. Parece que à medida que o tempo avança, cresce essa realidade da INCERTEZA. Ninguém mais sabe para onde vamos, o que pode acontecer. Já vivemos há algum tempo num mundo das marcantes contradições, como deixou estampado, entre outros autores, o norteamericano JOHN NAISBITT em sua magnifica obra 'O PARADOXO GLOBAL'. Quanto mais falamos em paz, mais armas são fabricadas e mais conflitos são gerados no mundo. Quanto mais os governantes falam em combater a corrupção, mais ela existe e se manifesta. Quanto mais se fala em JUSTIÇA, mais a INJUSTIÇA salta aos olhos com julgamentos de personagens altamente envolvidos e enlameados, condenados e mesmo presos, gozam de privilégios nas prisões, onde permanecem por pouco tempo pois suas penas são leves e desproporcionais às lesões causadas à sociedade e por decisões que geram até perplexidade. São soltos em razões de progressões de penas, que mesmo previstas em lei (???), assustam e impõem temeridade a população pela IMPUNIDADE que esse falido sistema penal brasileiro permite.

Mas, quem é JOHN GALT ?
Vou tentar ajudar os leitores a buscar a resposta, para aqueles que querem efetivamente obtê-la e para isso dediquem  algumas horas de boa leitura.

Na mitologia grega, o titã ATLAS recebe de ZEUS (o deus dos deuses) o castigo eterno de carregar nos ombros o peso dos céus. AYN RAND, em sua monumental obra 'A REVOLTA DE ATLAS' (obra monumental, a segunda mais lida nos Estados Unidos. Só perde para a BÍBLIA), traça um cenário desolador em que a intervenção estatal se sobrepõe a qualuqer iniciativa privada de reerguer a economia, os principais lideres da indústria, do empresariado, das ciências e das artes, começam a sumir sem deixar pistas. Com medidas arbitrárias e leis manipuladas, o Estado logo se apossa de suas propriedades e invenções, mas não é capaz de manter a lucratividade de seus negócios. Os pensadores, os inovadores e os indivíduos criativos suportam o peso do mundo decadente enquanto são explorados por parasitas que não reconhecem o valor do trabalho e da produtividade e que se valem da corrupção, da mediocridade e da burocracia para impedir o progresso individual e da sociedade. Mas até quando eles vão agüentar ? A greve de cérebros motivada por um Estado improdutivo à beira da ruína vai cobrar um preço muito alto. E é o homem - e toda a sociedade - quem irá pagar por tudo isso. (Obs.: tem tudo a ver com o BRASIL atual e a América Latina).

Bem, então podem ver, é fácil, muito fácil saber QUEM É JOHN GALT. Basta ler A REVOLTA DE ATLAS de AYN RAND que todos irão descobrir quem é esse JOHN GALT e poder responder à pergunta inicial. Tenho certeza que vão gostar e nunca mais esquecer.

Boa leitura.

*Economista e Advogado.



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

09/11/2018   |
19/10/2018   |
11/10/2018   |
05/10/2018   |
28/09/2018   |
21/09/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS