Quarta-feira, 16 de janeiro de 2019
Ano XXX - Edição 1539
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A Coluna do J

27/03/2015 - Por J Moraes
Tweet Compartilhar
MATA OU CURA? Você já experimentou ler a bula de um remédio? E depois de ler você tomou sem nenhum temor? Parabéns, você é corajoso! Poucas coisas são tão contraditórias como uma bula de remédio. Pelo que descrevem, o medicamento deve ser bom para a sua finalidade, mas os efeitos colaterais são avassaladores. Todos, ou quase todos os medicamentos que você tomar, de acordo com as recomendações contidas nas  bulas, fazem mais mal do que bem à saúde. Se você é um pessoa relativamente bem de saúde, depois de tomar um medicamento, conforme o descrito nas bulas, vai ter mais algum problema. Coração, rins, fígado, são os órgãos vitais invariavelmente atingidos. Mas, de uma maneira geral, todos serão afetados. Gostaria de saber o que a Anvisa pensa disso.

 O CUSTO de uma campanha eleitoral no Brasil é muito alto. Muitos deputados, para se eleger, chegam gastar até 5 milhões de reais. Isso é irreal quando se sabe que seus salários, durante quatro anos, não chegam a um terço disso. Tem algo errado. A conta não fecha. A necessidade de recurso para uma campanha cara pode ser uma das causas da corrupção. Seja de que partido for. Porque um deputado precisa fazer campanha em todo o Estado? Não seria mais prático, mais barato e mais legítimo dividir o Estado em distritos? A Reforma Eleitoral vem aí. Pensem nisso.

O SENADO aprovou a PEC que acaba com coligações nas eleições. De acordo com a propostas, serão permitidas coligações apenas para as eleições majoritárias. O fim das coligações proporcionais vai acabar com a proliferação das chamadas legendas de aluguel e com os pequenos partidos. Sem dúvida é um avanço. A matéria vai agora para votação no Congresso.

A OPERAÇÃO LAVA JATO poderá devastar o PP gaúcho. A denúncia do possível envolvimento de vários parlamentares fragilizou o partido. Dizem que foram enganados. Culpam a cúpula do partido. O pior está por vir. A senadora Ana Amélia Lemos mesmo não estando na lista, e o deputado Jerônimo Goergen, ameaçam deixar a sigla. Outros poderão seguir o mesmo caminho.

CALIBRANDO - PRA CONFERIR: ovos de chocolate tem peso abaixo do indicado. APROVAÇÃO do governo Dilma despenca para 10% . DEU NO RÁDIO: Ações por erro médico aumentaram mais de 100%. PEDRO Büttenbender continua presidente do Corede. ALERTA AS PEITUDAS: Novo tipo de câncer está ligado ao implante de silicone. ESTIMA-SE entre 5% e 10% do PIB o impacto da corrupção na economia brasileira. NO BRASIL, políticos sem mantém no poder pelo bolso, não pela convicção. EXPECTATIVA para o contra golpe do PT, que não vai deixar barato. ISSO É BRASIL: Para pagar o IR, o indivíduo tem que somar todos os salários de fontes diferentes, para se aposentar a regra não vale. O CAPITÃO Paulo Roberto Nascimento assumiu o comando da Companhia Ambiental de Santa Rosa. SENADOR Paulo Paim, líder respeitado do PT, pode deixar o partido.

BOM FINAL DE SEMANA e uma boa pescaria, curtindo Eustáquio Sena "Amor cigano".



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

23/12/2016   |
16/12/2016   |
12/12/2016   |
02/12/2016   |
25/11/2016   |
18/11/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS