Quarta-feira, 20 de março de 2019
Ano XXX - Edição 1549
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A Coluna do J

10/04/2015 - Por J Moraes
Tweet Compartilhar
LICENÇA PARA MATAR - Assim são as leis nesse país. Um jovem de 16 anos pode dirigir, beber, fumar, estuprar, assaltar, matar e votar, mas não pode responder por seus atos. Um dos argumentos é de que isso iria lotar ainda mais as penitenciárias, ou ainda, por que é uma "criança" e não senhor de sí em seus atos. Ora, um crime não pode ficar impune ou com uma penalização ridícula só por que o autor não tem 18 anos! Diga isso para pais, mães, irmãos e amigos que perderam um familiar ou amigo por um crime, muitas vezes brutal e  covarde, praticado por um menor de idade.  Mas é a lei. Então mude-se a lei. Nesse momento se discute no Congresso a diminuição da maioridade penal.

PELA ousadia de ter a coragem de promover a Reforma Administrativa, que vinha sendo empurrada há muito tempo por sucessivos governos, o prefeito Casali está sob pressão de parte do funcionalismo. Talvez, esse não fosse o momento dessa reforma. Mas além ser uma necessidade para adequar a máquina pública a uma nova realidade, é uma exigência do TCE. Muitos cargos e muitas funções estão em desacordo com a lei. Em outras palavras, cargos devem ser extintos, outros criados e outros formalizados.

A REFORMA já foi aprovada pela Câmara. A primeira etapa já está vigorando. Agora, os servidores ainda não contemplados estão cobrando seus direitos. O prefeito não nega esses direitos, pelo contrário, os reconhece. O problema, segundo ele, esbarra na falta de recursos. A crise econômica fez despencar a arrecadação do município. E essa semana a presidente anunciou que vai fechar ainda mais a já precária torneira que irriga estados e municípios. Mesmo assim, Casali diz que vai buscar junto com os servidores uma solução para o impasse.

ENTULHO um eterno problema. Duvido o município que não tenha problema com o recolhimento de entulho. Via de regra, a culpa é da comunidade. A população não tem o mínimo de disciplina e organização. Exemplo: o caminhão passa pela manhã, à tarde o cidadão despeja mais. E ainda fica cheio de razão. Solução: terceirizar o recolhimento, cada um paga pelo entulho que produz. Com uma fiscalização eficaz, garanto que a situação melhora.

CIDADÃO reclamando dos entulhos colocados em frente às construções. No mínimo, não tem noção. Aonde colocar os resíduos das construções? É claro que tem que ser recolhido regularmente. Mas em algum momento, ou em muitos momentos, vai ficar na calçada em frente à obra. Não há outra solução. Ou melhor, há solução: o incomodado ir morar no meio do mato. Com todo o respeito.

CALIBRANDO - GOVERNO Sartori completa 100 dias, agora chega de choro. E DIZER que o Jardel era ótimo de cabeça. Produtores de soja com a guaiaca cheia. EUA, potência mundial, tem 15 ministérios. O Brasil da Lava Jato, 39. DIMINUÍRAM as vendas nessa Páscoa! Não nos supermercados! QUER CONHECER um elefante branco, passe em frente ao inacabado prédio da Câmara de Vereadores de Horizontina. JOAQUIM LEVY o "home" que pode salvar a Pátria. QUE tristeza, acabou o BBB! CONTAGEM REGRESSIVA: faltam 15 dias para a 14ª Expofeira. CADÊ a fiscalização ao excesso de som nos veículos? CENTRO de Três de Maio mudando, para melhor.

BOM FINAL DE SEMANA, uma boa pescaria, curtindo Anos 70  Banda Canadense Sutherland Brothers AndQuiver.



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

23/12/2016   |
16/12/2016   |
12/12/2016   |
02/12/2016   |
25/11/2016   |
18/11/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS