Domingo, 20 de agosto de 2017
Ano XXIX - Edição 1471
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Três de Maio deve se manter alerta no combate ao mosquito

17/04/2015 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Vigilância sanitária está trabalhando na eliminação dos focos e possíveis criadouros, mas busca apoio dos cidadãos. Índice de infestação é de 8,4%

O Ministério da Saúde divulgou, na segunda-feira, 13, dados sobre a dengue no país. 460,5 mil casos da doença foram registrados no Brasil até março, um aumento de 240,1% em relação ao mesmo período do ano passado.Já o número de mortes causadas pela doença aumentou 29%. Nos três primeiros meses do ano, foram 132 mortes em decorrência da dengue.

Em Três de Maio 80% das residências visitadas possuem criadouros

Em Três de Maio, a infestação do Aedes aegypti, transmissor da dengue, preocupa a vigilância sanitária e a comunidade. O município se encontra com níveis considerados altos, registrando no último Levantamento Rápido de Índice de Infestação, 8,4% .

A equipe de vigilância sanitária diz que cerca de 80% das residências visitadas possuíam criadouros, e garante que, sem a ajuda da comunidade, a situação não encontrará uma solução tão facilmente.

Até o momento, existe apenas um caso suspeito no município, porém, os agentes pedem que a comunidade colabore, fazendo sua parte para que a proliferação dos mosquitos transmissores da doença diminua o máximo possível. A equipe de combate às endemias trabalha principalmente em pontos estratégicos, ou seja, locais que são propícios para a reprodução do Aedes aegypti, onde 60% dos lugares visitados possuem focos de larvas. Estes abrangem borracharias, locais de descarte de lixo e entulhos e obras.

FOTO: ANDERSON BAUER


CONFIRA A MATÉRIA COMPLETA NO JORNAL IMPRESSO





Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

28/07/2017   |
28/07/2017   |
14/07/2017   |
07/07/2017   |
16/06/2017   |
02/06/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS