Terça-feira, 23 de maio de 2017
Ano XXIX - Edição 1458
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Três de Maio tem nova empresa para coleta do lixo

15/05/2015 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Giro de Horizontina, que promete melhorar a coleta do lixo, pede que população faça a separação dos resíduos.

A empresa Gestão Integrada de Resíduos e Operações - Giro, promete melhorar serviços de coleta e pede para que a população continue separando o lixo. Empresa também irá instalar contêineres nas ruas centrais para os finais de semana.

Com diversos problemas na coleta seletiva do lixo e muita reclamação por parte da população, uma nova empresa foi contratada pela prefeitura municipal de Três de Maio para realizar estes serviços. A empresa Giro (Gestão Integrada de Resíduos e Operações Ltda.), de Horizontina, é a nova responsável pelo setor, e promete trazer mudanças e consequentemente melhorias na coleta.

Segundo o empresário Fabiano Nunes Gaertner, da Giro, a coleta deverá ser feita com rotas já estabelecidas pela prefeitura. Os munícipes deverão acompanhar este roteiro para que não haja problemas na hora da coleta. Além disso, Fabiano destaca que a coleta será seletiva, e pede para que a população faça a separação correta já nas lixeiras dentro de suas casas e empresas.

O contrato de caráter emergencial, tem vigência de 120 dias e incluem a coleta, transporte, destinação e disposição final de resíduos domésticos.  Durante este período, a Prefeitura Municipal abrirá uma nova licitação.

Conforme o prefeito José Olívio Casali a troca da empresa responsável pela coleta do lixo foi efetuada com o objetivo de melhorar o recolhimento e atendimento aos munícipes, já que houve um aumento na produção de lixo, ocasionado pelo crescimento da população.

Separação do lixo
A coleta seletiva é a garantia de que o lixo descartado terá um destino adequado, ou seja conforme seu tipo. Através dessa coleta, os rejeitos são levados para o Cigres (Consórcio Intermunicipal de Gestão de Resíduos Sólidos), onde são novamente separados e, após, reutilizados. Fabiano explica sobre uma diferença básica na hora da separação. "Ou é reciclável, ou é rejeito. Reciclável é tudo aquilo que tem valor comercial. Ninguém recolhe, separa, prensa e transporta um material se ele não tem um destino, um valor", explica.

Sobre os rejeitos, existe também a diferença entre rejeitos de domicílios e outros, que não podem ser reutilizados. Segundo Fabiano, se ele é um rejeito domiciliar, como restos de alimentos, ele pode ser colocado junto do lixo orgânico. Se o lixo está contaminado de alguma maneira, ele não poderá ser reutilizado.

Todos os munícipes devem colaborar com a coleta seletiva para que o descarte seja feito da melhor maneira possível.

Quem tiver dúvidas sobre o roteiro e horário do recolhimento do lixo, pode entrar em contato com o coordenador de Resíduos Sólidos do município, Junior Cerezer, pelo telefone (55) 9660-5003, ou com o proprietário da GIRO, Fabiano Gaertner, pelos telefones (55) 9962-5664 ou (55) 9621-2270. A empresa também possui escritório em Três de Maio, localizado na Avenida Santa Rosa nº 231.


CONFIRA A MATÉRIA COMPLETA NO JORNAL IMPRESSO





Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

06/05/2017   |
06/05/2017   |
07/04/2017   |
07/04/2017   |
07/04/2017   |
24/03/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS