Sábado, 24 de junho de 2017
Ano XXIX - Edição 1462
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Armazém Liquid encerra suas atividades

12/06/2015 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Uma das maiores casas de shows da região fecha as portas após dez anos de atividades. Casal de empresários continuará atuando em eventos em Três de Maio e região

Na última semana, uma notícia pegou muita gente de surpresa, quando Mateus Casali, o responsável pela administração do Armazém Liquid, uma das maiores e mais conhecidas casas noturnas da região, anunciou que está encerrando as atividades de um dos lugares mais frequentados das noites três-maienses.

Foram dez anos de atividades e muitas festas marcantes que atraíram público de toda a região e divertiram pessoas de todas as idades. Grandes nomes da música brasileira, de todos os estilos, já passaram pela casa, como Dado Villa Lobos, ex-Legião Urbana, Paulo Miklos, vocalista dos Titãs, além das bandas Cachorro Grande, Raimundos, Reação em Cadeia, Papas da Língua.

Para Mateus, o motivo dessa decisão foi bastante pessoal. "Eu e minha mulher cansamos da noite.  E algumas situações como a tragédia na Kiss, acabaram por fortalecer a ideia de fazermos outra coisa. Um ponto como o Armazém Liquid, no centro de Três de Maio, abrindo apenas duas ou três vezes por mês, era muito pouco. Agora este espaço será transformando para salas comerciais", explicou o empresário.

Apesar dessa decisão, Mateus e Graziela continuam percebendo a necessidade de trazer atrações diferentes para Três de Maio, e ele garante que continuarão atuando com eventos, mas com uma frequência bem menor. "Nós vamos continuar com os eventos, mas não com tanta frequência. Pretendemos realizar festas a cada cinco ou seis meses, mas trazendo eventos diferenciados para a cidade", acrescentou.

Para os dois, que começaram jovens a trabalhar nas noites do Armazém, o maior peso para essa decisão partiu das responsabilidades com os filhos e o cansaço que a noite acabou trazendo com o tempo. "Administrar o Armazém foi uma tarefa bastante difícil, principalmente por que você lida com pessoas, e cada cabeça tem uma ideia diferente. Mas foi muito legal. A experiência que tu ganha na noite, ninguém tira, mas apesar de ser muito boa, ela cansa", finalizou Mateus, agradecendo a todos os parceiros e clientes que frequentaram a casa.

Segundo Mateus, o prédio será reformado e ajustado para salas comerciais. Ele deverá seguir realizando eventos e na administração de uma nova emissora de rádio FM  em Boa Vista do Buricá. O que fica agora são as lembranças de cada um que já frequentou as festas que costumavam serem as mais "badaladas" da região.

FOTO: ANDERSON BAUER





Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

16/06/2017   |
02/06/2017   |
06/05/2017   |
06/05/2017   |
07/04/2017   |
07/04/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS