Quinta-feira, 20 de junho de 2019
Ano XXXI - Edição 1562
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A Coluna do J

17/07/2015 - Por J Moraes
Tweet Compartilhar
CUSTO BRASIL: A crise econômica mundial mais uma vez servirá para mascarar e justificar toda a incompetência do governo, incapaz de transformar o Brasil em um país preparado para enfrentar as intempéries da economia global. Somos reféns da incompetência e da falta de preparo e planejamento da máquina governamental. O que fez o governo, nos últimos anos, além de preocupar-se com o poder e com o voto? Esses são seus principais objetivos, perseguidos ferrenhamente. Para isso, criando programas assistencialistas, as custas do sacrifício do povo. 

SEM PRAZO PARA ACABAR: Exemplo de como desperdiçar o dinheiro do contribuinte, é o prédio inacabado da Câmara de Vereadores de Horizontina. É uma afronta à comunidade. Até agora, ninguém sabe exatamente o valor gasto na obra. Onde tudo parece que foi mal feito. Segundo o presidente do Legislativo, nada na obra tem a qualidade exigida e justifica os valores gastos. Pior, ninguém sabe onde e quando a obra vai acabar, e o custo final. É um jogo de empurra entre as partes envolvidas, lamenta Padoim. Um desafio que o Ministério Público tem que encarar. Afinal, essa é uma de suas atribuições.

GRANDE EVENTO: A Secretaria da Educação de Horizontina se prepara para um dos maiores eventos do município neste ano. A IV Jornada Pedagógica e I Jornada Internacional de Educação trará ao município algumas das maiores autoridades da área educacional. Também são esperados cerca de 800 professores.

GRANA PRETA: R$ 26 milhões, segundo o Ministério Público, é por enquanto, o montante do  rombo da Operação Carga Pesada, que envolve agentes públicos e políticos de Horizontina e empresários de Santa Rosa. É a corrupção batendo à nossa porta. Até bem pouco tempo, só se ouvia falar dela, e em milhões desviados dos cofres públicos nos jornais, no rádio e na televisão. Agora, estamos convivendo com ela. Avança como uma praga incontrolável.

O MODELO de gestão da saúde no Brasil está falido. Não tem outra explicação para o caos que se estabeleceu em todos os quadrantes desse país. Num país gigantesco  como o nosso, a gestão da saúde, inclusive dos recursos, deveria ser atribuição dos municípios que conhecem a sua realidade. Com a supervisão e fiscalização de órgãos governamentais. É claro que isso nunca vai acontecer, com um governo centralizador e ávido de poder como o nosso.

CALIBRANDO - COM A CHEGADA do inverno e das chuvas, a buraqueira começa a saudar os motoristas nas vias da cidade. PT poderá  ter chapa pura em Três de Maio. Puristas defendem dobradinha Altair Copatti e Cesar Fontoura. CONGELADO o salário do funcionalismo estadual. Será que a inflação será congelada também? DA SÉRIE - 'O Debochado' na garagem do Collor: Ferrari, Porsche e Lamborghini. PARA EVITAR acidentes, o MP não recomenda visita ao prédio em obras da Câmara de Vereadores de Horizontina. ESTAMOS NO MAPA - agentes públicos e políticos de Três de Maio e Horizontina suspeitos de envolvimento em fraudes e corrupção. É DURA a rotina dos veranistas que tem casas nos balneários do Rio Uruguai.
 
ÓTIMO FIM DE SEMANA curtindo a boa música italiana de Pepino Di Capri, Nicola di Bari, Gianni Morandi, Gigliola Cinquetti, Rita Pavoni, entre outros...



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

23/12/2016   |
16/12/2016   |
12/12/2016   |
02/12/2016   |
25/11/2016   |
18/11/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS