Quarta-feira, 13 de dezembro de 2017
Ano XXIX - Edição 1487
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Nesta edição, a entrevista é com Luiz Carlos Toebe

28/09/2012 - Por Yara Lampert
Tweet Compartilhar
Nesta edição, a entrevista é com Luiz Carlos Toebe, chefe do Cartório Eleitoral de Três de Maio. Na entrevista, ele esclarece as principais dúvidas sobre a eleição do dia 7 de outubro. Confira.


Quais são suas funções como chefe do Cartório Eleitoral
de Três de Maio?  

São várias as atribuições de um Chefe de Cartório Eleitoral e estas estão previstas na Resolução 162/2006 do TRE/RS.
Em resumo pode-se citar o art. 1º desta resolução que diz: ao Chefe do Cartório Eleitoral cabe planejar, coordenar, organizar, orientar, controlar e supervisionar as atividades judiciais, operacionais e administrativas de competência do Cartório, ouvido o Juiz Eleitoral.
§ 1º Para fins desta resolução são consideradas atividades judiciais aquelas condizentes com o exercício da escrivania eleitoral.
§ 2º Para efeitos desta resolução consideram-se atividades operacionais, em especial, as descritas no Manual de Procedimentos Cartorários.

Como é composta a junta eleitoral de Três de Maio?
O Cartório possui dois servidores efetivos, sendo um de nível superior (Analista Judiciário) e outro de nível médio (Técnico Judiciário). Durante o período eleitoral são contratados um estagiário e oito técnicos de urna, que auxiliam nas tarefas de organização do pleito eleitoral.
Junta Eleitoral é formada exclusivamente para apuração das eleições e é composta de um Presidente (Juiz eleitoral) e dois ou quatro membros escolhidos dentre cidadãos de conduta ilibada.

Quais são os municípios que estão sob jurisdição desta Comarca?
Alegria, Boa Vista do Buricá, Independência, Nova candelária, São José do Inhacorá e Três de Maio

Quais as principais mudanças para estas eleições municipais?
A principal mudança, a meu ver, é a aplicação da Lei da Ficha Limpa, que julgo ser um contraponto na forma como se faz política no Brasil, porque tanto os governantes, como os candidatos que buscam a eleição e principalmente os eleitores precisam se conscientizar e ter respeito pela coisa pública.
A primeira forma de corrupção ocorre ainda nas eleições, quando o eleitor pede ou aceita dádivas em troca do voto e é correspondido, assim, não adianta exigir honestidade de deputados, vereadores depois de eleitos se antes mesmo de ocuparem os cargos já praticam o delito de compra e venda de votos. Não vai ser difícil para este representante, quando eleito, vender seu voto em troca de alguma propina.

Quando iremos conhecer os novos mandatários de Três de Maio e dos outros municípios da Comarca?  
Caso não hajam contratempos, estaremos divulgando o resultado de todos os municípios até 20 horas de domingo.

Quais suas ponderações aos nossos leitores?
Para finalizar quero deixar um recado para os eleitores e dizer que o voto é a arma que possuímos para acabar com a corrupção no Brasil, basta escolher candidatos comprometidos com a sociedade, porque quem paga pelo seu voto não irá lhe representar, pois já demonstrou sua índole e demonstra não ter argumentos para conquistar seu respeito e seu voto.
Pense bem, em quem você vai colocar para cuidar do nosso dinheiro, sim, do nosso dinheiro, porque o dinheiro público vem dos nossos impostos.






Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

08/12/2017   |
01/12/2017   |
24/11/2017   |
17/11/2017   |
10/11/2017   |
03/11/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS