Domingo, 17 de novembro de 2019
Ano XXXI - Edição 1583
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Onda de calor em agosto é a maior em mais de um século no Estado

14/08/2015 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Até o momento, dia mais quente do mês foi sábado. Em Porto Alegre, termômetros marcaram 35,2ºC, e em Três de Maio, temperatura chegou a 30,9ºC

Depois da chuvarada em julho, sol forte e temperaturas elevadas marcaram os últimos dias de julho e a primeira quinzena de agosto. Embora oficialmente seja inverno, o Rio Grande do Sul vive dias de verão. Pelas ruas, os casacos pesados deram lugar às roupas leves e até mesmo camisetas e bermudas curtas, em pleno agosto, que em anos anteriores, registrava temperaturas negativas, típicas de inverno rigoroso no Estado.

Em Três de Maio, depois de 296 milímetros de chuva em julho, as temperaturas médias nos dez primeiros dias variaram de 19,6ºC (mínimas) e 28,2ºC (máximas). Conforme medição da Estação Meteorológica da Setrem, a temperatura máxima foi registrada no sábado, 8, chegando aos 30,9°, contudo, devido o abafamento, a sensação térmica dava a impressão de temperatura ainda mais elevada.

Recorde de calor de 105 anos em Porto Alegre
Assim como em Três de Maio, o dia mais quente de agosto no Estado foi no último sábado. Em Porto Alegre, o recorde era 34,9ºC em agosto de 1961. Mas, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a marca foi batida no último dia 8, chegando aos 35,2ºC, uma temperatura tão alta para o mês de agosto que não era registrada desde 1909, quando começaram as medições. Em 105 anos, os termômetros só ultrapassaram essa marca quatro vezes - todas em setembro, quase na primavera.

'Veranico' é causado por bloqueio atmosférico

Segundo o meteorologista Gilberto Diniz, do Centro de Pesquisas e Previsões Meteorológicas da Universidade Federal de Pelotas, o veranico foi causado por um fenômeno chamado de bloqueio atmosférico, ou seja, uma imensa bolha de calor estacionada sobre parte do território brasileiro, incluindo o Sul do país, que impede a entrada de frentes frias e de massas de ar polar, como se fosse uma muralha. " Enquanto uma frente fria com maior força não chegar, esse bloqueio vai continuar", adianta.

Previsão de chuva e frente fria para o fim de semana
Conforme a MetSul Meteorologia, o calor deve perder força entre o sábado e começo da próxima semana, mas não há indicativo de frio intenso. Espera-se para este fim de semana, boa quantidade de chuva e a chegada da primeira frente fria, forte o bastante para romper o bloqueio atmosférico responsável pelo verão fora de época.

Os meteorologistas preveem uma mudança mais brusca no tempo no Rio Grande do Sul no dia 17, com a entrada de uma forte frente fria no Estado. A tendência é de que as mínimas fiquem próximas ao 14ºC e as máximas não passem dos 22ºC. Haverá também o retorno das chuvas intensas entre os dias 17 e 19.


Estação meteorológica da Setrem disponibiliza informações em tempo real

O Campus da Setrem dispõe de uma estação meteorológica que transmite informações em tempo real sobre as diversas variáveis do tempo, principalmente temperatura (do ar e do solo), umidade (do ar e do solo), precipitação, velocidade e direção do vento, pressão atmosférica, evapotranspiração, índices UV e de radiação solar.

O equipamento foi viabilizado através de uma parceria com o governo municipal de Três de Maio, que disponibilizou o equipamento à Setrem através de um termo de cessão de uso. A estação permite que para cada uma das medidas fornecidas sejam visualizados valores máximos, mínimos e médios do dia ou de qualquer outro período de tempo. Essas informação são disponibilizadas em tempo real no computador, disponíveis na internet ou mesmo no smartphone, e podem ser visualizadas no site setrem.com.br .

FOTO: COMUNICAÇÃO SETREM

Estação Meteorológica na SETREM.

FOTO: ALINE GEHM

Confira a matéria completa no jornal impresso





Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

01/11/2019   |
04/10/2019   |
07/06/2019   |
24/05/2019   |
01/03/2019   |
22/02/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS