Domingo, 28 de maio de 2017
Ano XXIX - Edição 1458
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Agronegócio em evidência

04/09/2015 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Agrosol traz para Três de Maio palestra com renomado especialista em Agrobusiness, José Luiz Tejon
"Desafios do futuro do agronegócio e a superação dos produtores e suas famílias", foi o tema da palestra que reuniu clientes e convidados da Agrosol na noite de terça-feira, 1º de setembro, no Clube Buricá em Três de Maio. O evento, que teve apoio da Agrichem, contou com o renomado palestrante José Luiz Tejon, doutor em Ciências da Educação, mestre em Arte e Cultura pela Universidade Mackenzie e Coordenador do Núcleo de Estudos de Agronegócio da ESPM de São Paulo. Tejon também é especialista em Agribusiness pela Harvard Business School, de Boston (USA). 
Conforme o proprietário da Agrosol, Décio Luiz Cassol, o objetivo do evento foi trazer informações privilegiadas aos agricultores e subsídios para enfrentar e superar os novos desafios que o agronegócio irá proporcionar.

Tecnologia como aliada da agricultura
Para Tejon, é importante que os agricultores assumam com velocidade o conhecimento tecnológico. "As pressões de custo, independentemente de preço de commodities, de demanda, continuarão a existir e serão fortes. Então, o produtor rural precisa usar a tecnologia para administrar melhor o fertilizante, a semente, os defensivos, todos os custos de produção. Eles são passíveis de serem bem administrados utilizando o conhecimento de sistemas, de softwares e da própria agricultura de precisão", orientou.
Segundo o especialista, esses fatores são vitais e fundamentais. "No Brasil, está em desenvolvimento a integração lavoura-pecuária, que melhora não só a produtividade da lavoura, por permitir melhor plantio direto e preservação do solo e nutrientes, mas também por fazer que o produtor não fique dependente apenas do grão, podendo trabalhar também com proteína e vegetal", destacou.
Além destes aspectos, Tejon citou o associativismo e o cooperativismo como determinantes para que o agricultor possa planejar melhor a propriedade, tanto na aquisição dos insumos, as negociações de venda e comércio. "Para que haja crescimento e sustentabilidade no meio rural basta que o agricultor tenha vontade de aprender. Se ele não tiver vontade de aprender é complicado assumir este conhecimento. E o conhecimento muda todos os dias, a cada ano. E essa vontade de aprendizado tem que ser algo latente e forte dentro dele", aconselhou.

Palestrante José Luiz Tejon e proprietário da Agrosol, Decio Luiz Cassol

Sobre José Luiz Tejon
José Luiz Tejon é um exemplo de superação. Filho de mãe solteira, que fugiu da Espanha, onde morava, chegou ao porto de Santos e o entregou para adoção a um casal de imigrantes, também pobres e trabalhadores, que não podiam ter filhos. 
Aos quatro anos, Tejon teve seu rosto todo queimado num acidente doméstico. Até os 15 anos, foi submetido a inúmeras cirurgias plásticas. Ele queria ser igual a todo mundo. Mas foi obrigado a aceitar a diferença.
Dedicado ao estudo e trabalho, com um vasto currículo e tamanha experiência, suas palestras já chegaram a diversos países. Ele também já publicou 32 livros. 
A mudança faz parte da vida de Tejon, que foi aprendendo a construir papeis, aprendizados e a fazer uma das mais difíceis façanhas numa vida: "buscar seus dons e fazê-los vingar e viver, mesmo sob as mais adversas circunstâncias". 

FOTOS: SANDRO RAMBO

Confira a matéria completa no jornal impresso






Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

09/10/2015   |
11/09/2015   |
21/08/2015   |
03/07/2015   |
12/06/2015   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS