Quarta-feira, 23 de agosto de 2017
Ano XXIX - Edição 1471
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Filho desta terra

22/06/2012 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar

Médico, cirurgião vascular e professor da Universidade Federal de Ciências da Saúde
de Porto Alegre, Telmo Bonamigo esteve na cidade para visitar familiares e amigos

Telmo Pedro Bonamigo, filho de         Luiz Bonamigo e Magdalena         Ceccato Bonamigo, nasceu em 1942,  estudou e morou em Três de Maio até completar 15 anos. Hoje reside em Porto Alegre, é  casado, tem três filhos e cinco netos.
Telmo estudou  no Colégio das Irmãs Filhas de Sagrado Coração de Jesus (hoje Colégio L' Hermitage Dom Hermeto) e no Colégio Pio XII (hoje Instituto Cardeal Pacelli). Depois se mudou para Porto Alegre na busca de conhecimento. Lá com a missão de ajudar aos outros, optou pela medicina. "Quando eu nasci, o doutor disse para meus pais que eu poderia ser médico para poder ajudar, porque faltava médico na cidade. E quando tinha quatro anos tive uma doença, fui bem tratado e isso me marcou ao longo do tempo: se um médico me salvou, eu vou fazer a mesma coisa para muitas pessoas", declarou o médico.
Está há 46 anos salvando e ajudando pessoas a viver mais e melhor, destes, 42 anos ele também dedica à disseminação do conhecimento, de sua experiência para outras pessoas aprenderem sobre a medicina.
Especialista na área de Cirurgia Vascular e Angiologia, além de consultório particular ele atua no Hospital São Francisco da Santa Casa e no Hospital Moinhos de Vento em Porto Alegre. E como professor atua na Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA).

Bonamigo escreve livro que conta sua trajetória

Ele já escreveu cinco livros sobre medicina destinados a médicos e estudantes de medicina, e atualmente está escrevendo um livro dedicado a todas as pessoas. A obra ainda está por finalizar, e como se refere a sua cidade natal, Dr. Bonamigo pretende fazer um lançamento em Três de Maio. O livro irá contar a história de sua vida e da carreira na medicina, afim de compartilhar experiências e disseminar conhecimento obtido na faculdade e na atuação como profissional.
Na visita ao município, familiares e amigos afirmou que "Três de Maio sempre ficou no coração". Mas a necessidade e o desejo de buscar sua formação e exercer sua especialização o mantiveram distante da cidade natal. Na visita ao município e ao Hospital São Vicente de Paulo salientou a admiração por esta terra. "Eu tenho orgulho de Três de Maio e gostei muito de ver a situação que está o Hospital atualmente, muito bem estabelecido e tem a felicidade de ter as Irmãs coordenando, pois elas se dedicam muito ao trabalho. O hospital já nasceu muito bom; eu nasci nele, fui tratado quando necessário e sempre muito bem. Eu tenho um agradecimento muito grande ao hospital e a Três de Maio como uma cidade que sempre acolheu muito bem nossa família".
Sobre sua visita à prefeitura, Dr. Bonamigo destacou o município. "Fiquei agradecido pela gentileza de o prefeito Casali em me receber. Eu o conheço há muitos anos quando ele era grande jogador de futebol do Botafogo, meu time. Também trabalhou na firma comercial de meu pai. Tive uma boa impressão do trabalho que ele vem fazendo na cidade, revelando progresso e boa administração, com destaque para o ótimo aproveitamento da praça central, tornando a atividade esportiva acessível a toda a população".   

Formação para salvar vidas e ensinar a salvar

Foram anos dedicados a formação. Bonamigo é formado pela antiga Faculdade Católica de Medicina de Porto Alegre, fez residência em Cirurgia Geral na UFRGS, especialização no Hospital de Clínicas de São Paulo, título de Especialista pela SBACV, doutoramento na Faculdade de Medicina da Universidade São Paulo e Docência Livre na Faculdade de Ciências Médicas de Porto Alegre.
Bonamigo também buscou conhecimentos por conta própria nos Estados Unidos, onde teve a oportunidade de aprender com os melhores médicos da especialidade. "A minha especialidade é muito exigente, precisa estudar muito, visitar médicos que operam muito bem".
Para ele, a área de cirurgia vascular e angiologia possui operações complexas e de alto nível de gravidade e este conhecimento precisa ser repassado para mais pessoas. "Para ser professor precisa estudar muito, ter gosto, disponibilidade e paciência para ensinar tudo o que sabe".
Como cirurgião ele destaca que na medicina todos devem ser atendidos de forma igualitária e isto foi sempre o que primou, concluindo que a falta de dinheiro não deve impedir alguém de viver. "Ao longo de tempo nunca esqueci de que ganhar dinheiro não é a coisa mais importante da vida, e sim fazer uma medicina bem feita e que eu possa ajudar o paciente a ficar melhor", conta Dr. Bonamigo sobre a essência da profissão.





Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

18/08/2017   |
28/07/2017   |
28/07/2017   |
28/07/2017   |
14/07/2017   |
23/06/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS