Segunda-feira, 25 de setembro de 2017
Ano XXIX - Edição 1476
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Rubens de Oliveira

18/09/2015 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Idade: 40 anos
Casado com: Márcia Fabiana de Oliveira
Natural de Três de Maio
Residente no Mato Grosso desde 2006. Em Cuiabá desde 2013.
Filiação: Fernando Pedroso de Oliveira e Idalina de Oliveira
Pai de: Luana Wächter de Oliveira (20) e Riccieri Davi de Oliveira(2 anos e 11 meses)
Escolaridade: Graduado em Administração pela Setrem, Complementação Pedagógica pela Unisul-SC, MBA em Finanças e Controladoria pela Setrem, MBA em Gestão de Instituição de Educação Profissional e Tecnológica pelo SENAI-SC e cursando Mestrado em Engenharia da Produção pela UFRGS.
Profissão: Gerente de Educação e Tecnologia
Leia-se: SENAI Mato Grosso
Se pudesse mudar de profissão, seria: Professor.
Jamais poderia trabalhar como: Não tenho talentos artísticos, então acho que eu seria um desastre como músico ou artista.
O que mais gosta em seu trabalho: Gosto da possibilidade de ajudar as pessoas a se desenvolverem como profissionais e como cidadãos e saber que isso muda a vida delas e de suas famílias. Uma profissão, em alguns casos, é o que falta para que as pessoas se realizem, consigam um emprego, se desenvolvam e isso é algo que meu trabalho me proporciona e a transformação é visível. É gratificante ver pais de família ou jovens que mudaram de vida e estão conseguindo a realização pessoal e profissional, após a realização de alguma qualificação profissional.
Como você se define: Uma pessoa simples, correta, séria, que cumpre com suas responsabilidades e que tenta ser melhor a cada dia, como pessoa, como profissional, enfim, em todos os sentidos. Considero-me um pouco sério demais, mas com um bom coração, sempre pronto a ajudar!
Que momento da sua vida você escolheria para reviver: A vida é repleta de momentos e todos eles têm a sua importância. Cada momento tem sua razão de existir e é único. Então, todos os momentos são importantes. Acho que o presente é o único momento para se viver. O passado para usar como aprendizado e o futuro como meta.
Qual a lembrança mais marcante da sua infância: As primeiras caçadas... na época ainda era possível.
O que gostaria de ter sabido antes: Que o aprendizado é permanente e que estudar é fundamental.
O melhor conselho que já recebeu: Graças a Deus tive e tenho em minha vida várias pessoas que me deram conselhos muito úteis. Acho que um bom conselho é que devemos estar sempre prontos para a mudança.
Time: Grêmio.
Hábito que não abre mão: Chimarrão (mesmo com os 40° de Cuiabá)
Um hábito que quer se livrar: Usar menos o celular. 
Não sai de casa sem: Celular.
Prato preferido: Lasanha
O que não pode faltar na sua geladeira: Água com gás
Paisagem que mais impressiona: Das paisagens que conheço, posso citar a Muralha da China. Além de ser uma construção impressionante, o local transmite uma sensação de paz indescritível.
Opinião sobre redes sociais: Se bem usada é útil.
Sonho de consumo: Não tenho.
Três de Maio é uma boa lembrança. Um lugar bom de viver.
Seus aplausos vão para: Pessoas honestas.
Nota zero para: Corrupção, que está geral, independente de partido político.



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

22/09/2017   |
15/09/2017   |
08/09/2017   |
01/09/2017   |
25/08/2017   |
18/08/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS