Segunda-feira, 16 de outubro de 2017
Ano XXIX - Edição 1479
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A VIDA É AQUI E AGORA

25/09/2015 - Por Arlete Salante
Tweet Compartilhar
"Deve-se renascer no valor, na inteligência, 
no sucesso, em tudo.
 É preciso se aventurar a renovar o brilho,
amanhecendo tantas vezes como o Sol 
e mudando as atividades do brilhar"
Baltasar Gracián

A arte da prudência
Assim como o sol renova seu brilhar todos os dias, a cada nova situação, a cada novo problema podemos encarar com a disposição de resolver, mesmo que problemas e situações apenas estejam se repetindo. A repetição mostra que algo ainda não foi aprendido, por isso a vida insiste em dar outra chance para que se aprenda a lição, se mude hábitos e atitudes. 
A Psicologia Humanista encoraja pessoas e instituições a se reverem permanentemente através do conceito do aqui-agora, porque compreende que a vida é um processo contínuo de aprendizado. Não é saudável apenas se lamentar e ao mesmo tempo, negligenciar as próprias capacidades de inteligência e de sensibilidade para encontrar alternativas para as suas insatisfações.
Olhar o presente com os olhos do passado é resistir à mudança a informação que a crise traz. Não se descarta o passado, o presente é fruto dele, mas também não se pode fixar nele. Isso forma cultura fechada nas empresas, instituições e na sociedade. Exemplifica-se nas frases que se ouve: "não tem jeito", "aqui sempre foi assim", "já tentamos e não deu certo" ou ainda, "eu sou assim". A fixação cega para as alternativas do presente, impede ou paralisa as ações que podem ser feitas no momento atual. 
Deve-se levar em conta a história, as conquistas e os insucessos como uma estratégia de inteligência para renovar o brilho da inteligência no presente. Não para repetir, mas para servir de parâmtro ao presente. Porém, no aqui-agora, na presença de cada SER que através dos sentidos e da intuição mostra novos caminhos.
O aqui-agora traz a pessoa para uma unidade, uma identidade que cria condições para liberdade de escolha e o aqui e agora faz referência a um mundo que começa no sujeito, mas que termina fora dele, onde a pessoa se vê e se reconhece, vê o mundo e a ela própria como possibilidades de escolhas.
Está em suas mãos a sua mente se abrir para o presente, para a renovação (renova+ação) na vida!





Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

15/04/2016   |
08/04/2016   |
01/04/2016   |
24/03/2016   |
18/03/2016   |
11/03/2016   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS